menu
-Agenda Cultural
-Restaurantes
-Teatros
-Museus
-Comentários
-Fale conosco
-Política de Privacidade
-Utilidade Pública
-Links Feirense
-Artes Cênicas
-Artes Visuais
-Artesanato
-Bandas
-Literatura
-Músicos
ENTRETENIMENTO
-Cinema
-Arquivo de Eventos
-Festival Vozes da Terra
-Festival Gospel 2010
-Natal na Praça 2010
-Micareta 2011
-Últimos Eventos
-Radio Viva Feira
-TV Viva Feira
-Videos Viva Feira
COLUNISTAS
-Beto Souza
-Cezar Ubaldo
-Dr. Ed Forró
-Emanoel Freitas
-Fabiana Machado
-Luís Pimentel
-Maiara Santos
-Raymundo Luiz Lopes
-Sandra Campos
-Sandro Penelú
-Silvana Carneiro
 
 
 
AFRICANIA LANÇA VIDEOCLIPE SOBRE SAMBA BATUQUE

Videoclipe sobre Samba de Batuque é um compartilhamento experiências sobre esse um novo trabalho do talentoso Grupo!

Publicado em: 08/09/2020 - 23:09:55

    Umas das canções do novo álbum do grupo Africania ganha um videoclipe sobre memórias do Samba de Batuque da bacia Jacuípe, no interior da Bahia. A canção se chama “Da Quixabeira pro Gavião” e o álbum “O Curador do Museu do Imaginário”. Além do videoclipe, o grupo disponibiliza uma produção em audiovisual sobre saberes e fazeres sobre o ritmo que inspirou a canção e o disco que teve o seu cronograma comprometido por conta da pandemia do Coronavírus.
O álbum presta uma homenagem aos sambadores e sambadoras dessa região e está sendo gravado em Feira de Santana, onde os principais integrantes do grupo residem. O videoclipe foi gravado antes da pandemia e editado nesse período de distanciamento social. O vídeo com as memórias, saberes e fazerem dos integrantes foi gravado durante a pandemia, por meio de smartphomes, pelos próprios integrantes.
    Esse novo trabalho do grupo, antes mesmo de ficar totalmente finalizado, já conquista grandes voos. Além de muitos elogios em shows realizados antes da pandemia e dentre outras atividades de compartilhamento de conhecimentos, o “O Curador do Museu do Imaginário” vem se destacando em diversas produções artísticas do interior da Bahia. Este videoclipe, por exemplo, assim como o vídeo sobre os saberes e fazeres do Samba de Batuque, conquistaram o Prêmio Cultura e Desenvolvimento Local 2020, da Belgo Bekaert, em Feira de Santana.
    De acordo com Bel da Bonita, idealizador do grupo Africania, as memórias dos sambadores e sambadoras da região do Jacuípe sempre despertaram uma vontade para produzir um trabalho. “Nasci ouvindo Samba de Batuque. O nome do disco por exemplo é inspirado em meu tio. Tem músicas nesse disco que eu me inspirei nas memórias de meu pai. Ou seja, eu não fiz uma pesquisa sobre isso, eu sou isso”, destacou Bel. 
    A canção e o vídeo se complementam, trazendo detalhes sobre as vivências e experiências dos principais envolvidos nesse novo trabalho: Bel da Bonita que nasceu em Gavião, Daniel Penha natural de Quixabeira e Cid Fiuza que veio da cidade de Água Fria, um trio de baianos que se conheceram nas labutas musicais de Feira de Santana.
    O álbum foi também idealizado por Daniel Penha, que faz parte da nova formação do grupo. Para o músico, esse novo trabalho significa a preservação de uma memória cultural, da tradição e expressão de fazer na atualidade. “Continuar as histórias dos nossos avós, pais e do pessoal da nossa região. No meu caso é também a minha bandeira política no sentido existencial e de resistência, no sentido cultural da preservação da tradição, mas também como uma expressão urbana porque eu uso esses elementos em outros estilos musicais”, expressou Penha.
    Além de Daniel Penha, natural de Quixabeira e Bel da Bonita de Gavião, ambos baianos sertanejos baianos, a produção audiovisual traz o depoimento do guitarrista Cid Fiuza, também recém chegado ao grupo. Fiuza, que nasceu em Água Fria, destaca a importância de Feira de Santana para a promoção de encontros como estes. “Eu por exemplo, acho que eu nunca teria conhecido Bel, nem Daniel, se não fosse aqui em Feira. Essa é uma cidade que provoca bons encontros. Em relação ao trabalho, ele é uma tradução desses encontros de costumes, fazeres e saberes que estão em nossas memórias”, resumiu.
    O videoclipe traz imagens da região de Quixabeira e Gavião e os depoimentos em vídeo trazem uma síntese dessa experiência. O videoclipe tem a direção e roteiro de Daniel Dourado, Jaime Sampaio assina a direção de fotografia, Claudio Camperlingo assumiu a gerência de produção e Ludmila Dourado na direção executiva. O vídeo com os integrantes traz desde a maneira que a música foi idealizada até a forma de tocar o Samba de Batuque. Esse vídeo que compartilha esses saberes e fazeres tem a produção executiva e editado por Cid Fiuza; a captação foi realizada pelos próprios componentes como medida de segurança nesse momento de isolamento social.
    Este projeto foi patrocinado com recurso da Lei Federal de incentivo à cultura, através do Prêmio Cultura e Desenvolvimento Local, da Mostra da Diversidade Cultural Imagens da Cultura Popular, realizada pelo Favela é Isso Aí, Belgo Bekaert Arames, Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo e Governo Federal, Pátria Amada Brasil.
O Prêmio Cultura e Desenvolvimento Local está em sua 3ª edição e em 2020 apoiou 46 propostas em Feira de Santana, que estão sendo mostradas no modo virtual gratuitamente até dezembro deste ano. Esta é uma ação que faz parte do Programa Belgo Bekaert Forma e Transforma e este ano adaptou o seu regulamento para tempos de pandemia.

As duas produções podem ser acessadas através dos endereços a seguir:
Instagram: @premioculturafsa
Facebook: www.facebook.com/feiracultura/
Site: https://www.favelaeissoai.com.br/mostra-diversidade-cultural/
Playlist do projeto no Youtube:
https://www.youtube.com/playlist?list=PLIlIT6f2aSK9u2MZRljUDtL9mtm6KeI-6
Ou através das redes sociais do próprio grupo @bandaafricania.

AUTORIA: Release da Ascom do Grupo - Cid Fiúza



BANDA MR JACK LANÇA SINGLE EM COMEMORAÇÃO AOS DEZ ANOS DE CARREIRA


Publicado em: 09/07/2020 - 17:07:18

    Na próxima segunda-feira (13), a banda de rock baiano MrJack lança seu primeiro single autoral em todas as plataformas de música. A canção intitulada “Por quem os sinos dobram” faz parte do novo repertório da banda em homenagem há uma década de sucesso.
    De acordo com o vocalista Matheus Garcez, a canção trata da dualidade humana e acaba, involuntariamente, associada ao momento delicado que vivemos, por conta da pandemia da Covid-19.
    “A canção nos força a pensar sobre aqueles momentos em que temos a impressão que nos falta amor e empatia para com as pessoas ao nosso redor. Ela é mesmo uma pedrada de som para nossos ouvidos e de reflexão para nossa cabeça”, diz o artista.
    Com apresentações pelos palcos da região nordeste como cover de grandes bandas do rock nacional e internacional, a MrJack conseguiu espaço de destaque com seu estilo enérgico, se consolidando como uma das principais bandas de rock do interior da Bahia.
    Em sua terceira formação, a banda diz está madura o suficiente para apresentar ao público seu trabalho autoral.
    “A nossa caminhada ao longo destes dez anos como banda cover, nos deu bagagem suficiente para definir nosso estilo, nossa pegada e nossa sonoridade. Com certeza tudo que vivemos e aprendemos fazendo rock, vai estar muito bem representado neste single que será lançado dia 13 de julho, e nos outros que virão a seguir”, afirma Matheus Garcez prometendo novidades.
    Atualmente a MrJack conta com toda a fúria e técnica de César Henrique, ou “Cesinha Febém” na bateria; Bruno Veloso nos baixos, e traz toda pegada rock de Mazinho nas guitarras; e a energia de Matheus Garcez no vocal; ambos da formação anterior da banda.

AUTORIA: Release de divulgação do evento - Elsimar Pondé



NEOJIBA NA JANELA


Publicado em: 06/07/2020 - 17:07:09

Dia 09 de julho, 12h30, pare um pouco o que estiver fazendo porque o NEOJIBA estará te esperando na janela.
Escute, olhe, veja se você é vizinho de um dos nossos integrantes, assista à apresentação e filme!
Imagine que, exatamente no mesmo horário, em várias janelas de Salvador, Simões Filho, Jequié, Feira de Santana, Vitória da Conquista e Teixeira de Freitas, cada um dos 1950 integrantes das orquestras, núcleos e coros do NEOJIBA irão tocar ou cantar uma linda música para os vizinhos, para a cidade, para a Bahia.
Se além de ver a apresentação, você filmou,  pode enviar o vídeo para o nosso WhatsApp (71 99105 3258) ou por e-mail(comunicacao@neojiba.org)?
Depois vamos mostrar como foi e queremos sua participação! Mande mensagem autorizando o uso das imagens e o nome, porque vamos creditar todos nossos vizinhos cinegrafistas!

A data do NEOJIBA na JANELA foi escolhida para celebrar o aniversário de um ano do Parque do Queimado. A primeira sede do NEOJIBA, a casa central do NEOJIBA, foi inaugurada em 9 de julho do ano passado.
Por causa da pandemia da COVID-19, as atividades no Parque foram suspensas no dia 17 de março. Dois dias depois (19/03), o NEOJIBA ONLINE teve início. Nossos coordenadores e instrutores têm usado plataformas de ensino a distância para manter a técnica e a música na vida de nossas crianças, adolescentes e jovens.

Se você quiser postar o vídeo nas redes sociais também, use a hashtag #NEOJIBAnaJanela e marque o NEOJIBA.

O Parque do Queimado
O Parque do Queimado abrigou a primeira central de tratamento e distribuição de águas do Brasil. Em 1997, o casarão principal do Parque foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Em 9 de julho de 2019, tornou-se a primeira sede própria do NEOJIBA. Com cerca de 10 mil m² de área, o Parque tem capacidade para receber mais de mil crianças, adolescentes e jovens, promovendo o desenvolvimento social por meio da música.

O NEOJIBA
Criado em 2007 pelo pianista e maestro baiano Ricardo Castro, o NEOJIBA (Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia) promove o desenvolvimento e integração social prioritariamente de crianças, adolescentes e jovens em situações de vulnerabilidade, por meio do ensino e da prática musical coletivos. O programa é mantido pelo Governo do Estado da Bahia, vinculado à Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social e gerido pelo Instituto e Desenvolvimento Social Pela Música. Em 12 anos de atuação, o NEOJIBA atendeu, direta e indiretamente, mais de 10 mil crianças e jovens entre 6 e 29 anos.


NEOJIBA NA JANELA
Dia: 9/7 - Horário: 12h30
Local: Os 1950 integrantes dos núcleos do NEOJIBA em Salvador, Feira de Santana, Vitória da Conquista, Teixeira de Freitas, Simões Filho e Jequié vão tocar e cantar da janela de suas casas.


AUTORIA: Release de divulgação do evento - Yananda Lima
Fotos




BRUNO BEZERRA LANÇA DUAS MÚSICAS NA SEXTA SANTA

Artista feirense de talento inquestionável premia seu público e a própria música com duas páginas da maior qualidade, como é seu costume e sua carreira de sucesso por onde passa!

Publicado em: 07/04/2020 - 00:04:18

    O cantor, compositor e multi-instrumentista feirense Bruno Bezerra lança nesta sexta-feira, dia 10 de abril, duas músicas nas principais plataformas digitais, Spotify, Deezer. Youtube Music, Apple Music, Google Play Music, entre outros aplicativos. As canções são Fé e Sentimento.
    A música Fé mergulha no universo do samba de roda e da chula, recheada com ponteios de Viola Caipira, fusões rítmicas e texturas psicodélicas, nos teletransportando a uma atmosfera magica e dançante. A letra da música é inspirada na literatura de cordel e no quinto capítulo do livro de Mateus, que retrata um discurso de Jesus sobre os verdadeiros valores da vida.
    A música Sentimento foi Inspirada na introdução da música “A Massa”, do grande compositor baiano Raimundo Sodré. “Sentimento” traz todo o clima do samba de roda e do forró, em fusão com música eletrônica e pitadas de psicodelia, entoada com um discurso motivacional e positivista.
    Os singles têm a produção de André T, que também produziu álbuns da Pitty, Cascadura, Retrofoguetes, Rebeca Matta, Luiz Caldas, Enio, entre outros nomes da música baiana.
    Músicos participantes: Bruno Bezerra nas Vozes, Viola Caipira e Violões; Tonico Freitas na Percussão; Rogério Ferrer na Sanfona; Anderson Silva no Baixo; Dade Oliveira nos Violões de aço e nylon e André T. nos Sintetizadores e Bateria eletrônica.

SERVIÇO:
O quê? Lançamento de duas músicas de Bruno Bezerra
Quando? Sexta-feira, dia 10/04
Onde? Principais plataformas digitais: Spotify, Deezer. Youtube Music, Apple Music, Google Play Music, entre outros.
Mais informações? Instagram @brunobezerra_oficial

AUTORIA: Release do Lançamento - Jacarandá Comunicação - Mara Rocha



FESTIVAL "FEIRA EM CANTO" ALEGRA A QUARENTENA NA BAHIA


Publicado em: 24/03/2020 - 16:03:53

    Diante da quarentena por conta da pandemia de Covid-19, diversos artistas do interior da Bahia estão participando do Festival Feira Em Canto. O evento, criado em Feira de Santana, reúne também músicos de Valente e Irará em transmissões através das redes sociais.
    O festival online foi criado pela fotógrafa Joy Freitas juntamente com os músicos Moisés Azevedo e Arquimedes Nascimento. “A nossa ideia é fazer com que os artistas continuem se expressando e o público continue curtindo a música deles, tendo um alento pra passar melhor esses dias”, explica Joy.
    O cantor Roberto Kuelho é um dos artistas que se apresentam no Feira Em Canto. Uma live de Kuelho vai ao ar nesta terça-feira (24), a partir das 19h no Instagram (@kuelho).  “Além de levar entretenimento às pessoas, a gente quer sensibilizar a população a ficar em casa”, diz o cantor.
    Paulo Bindá, Edir Carneiro, Guymeo Jumonji, Jeff Moura e Alisson Souza também animam o evento. Segundo organização, a programação é divulgada sempre no perfil @feiraemcanto. A iniciativa é inspirada no evento português #euficoemcasa.
    Roberto Kuelho, Paulo Bindá, Edir Carneiro, Jeff Moura e Alisson Souza participam do evento, confiram as pr´ximas atrações a seguir.

PROGRAMAÇÃO DO FESTIVAL FEIRA EM CANTO:

Terça-feira (24)
16h - Edir Carneiro
17h - Jeff Moura
18h - Alisson Souza
19h - Roberto Kuelho

Quarta-feira (25)
16h - Milena Melo
17h - Vagner Xote
18h - Mateus Zingue
19h - Gabriel Dias

Quinta-feira (26)
16h - Elidiane Borges
17h - Dan Luz
18h - Guymeo Jumonji
19h - Bira Macedo
20h - Danilo Lumiano

Sexta-feira (27)
16h - Luan Gonçalves
17h - Paulo Bindá
18h - Vinni Cladu e Guto César
19h - Gesner Brehmer

Outras informações pelo WhatsApp (75) 99955-9973 ou pelo Instagram www.instagram.com/feiraemcanto.

AUTORIA: Release do Evento



SONS DE MERCÚRIO TEM O DISCO MAIS VOTADO ENTRE OS MELHORES DE 2019

“Entre Crendices e Amores Pagãos” ficou em 1º lugar na votação popular dos melhores discos baianos do site elCabong.

Publicado em: 18/02/2020 - 12:02:56

    “Entre Crendices e Amores Pagãos”, álbum de estreia da banda feirense Sons de Mercúrio, ficou em 1º lugar na votação popular dos melhores álbuns baianos de 2019 do site elCabong. O trabalho autoral desbancou até mesmo o disco “O Futuro Não Demora”, da banda BaianaSystem, que ficou em  segundo lugar na votação realizada pelo site especializado, seguido por “Grandão Sem Medo”, do grupo de rap Família Tríplice.
    “Depois de uma longa votação temos algumas surpresas. A maioria dos dez mais votados, por exemplo, é de nomes pouco conhecidos ou pelo menos pouco falados. A exceção é o BaianaSystem, que depois de ficar em primeiro na votação da crítica, ficou em segundo pelo voto popular. A primeira colocação é de uma banda nova de Feira de Santana, mostrando que o interior do estado segue firme com uma produção diversa e interessante”, descreveu o jornalista Luciano Matos, fundador do site.
    Lançado em março de 2019, o álbum nasceu de um show onde a banda mesclava música, poesia e dança. O grupo se utiliza de violões cigano-seresteiros e harmonias vocais, remetendo a antigos cantos de rituais religiosos. Junto a isso, letras que tratam de espiritualidade, com referências a  umerologia, tarot, misticismo e crenças populares. Essa junção faz o trabalho soar com uma atmosfera mística e carregada de espiritualidade.

Ouça “Entre Crendices e Amores Pagãos” (2019)

AUTORIA: Release da Assessoria de Imprensa VAGALUME PRESS - Ana Paula Marques



COM PRODUÇÃO DE BARRO, RACHEL REIS APRESENTA "VENTILADOR"

Rachel Reis apresenta “Ventilador” seu Single de estreia como cantora e compositora!

Publicado em: 04/02/2020 - 18:02:04

    “Ventilador” é o single de estreia da cantora e compositora Rachel Reis. Com produção do pernambucano Barro, a canção também ganhou um videoclipe.
    Natural de Feira de Santana (BA), Rachel Reis possui gene artístico graças a sua mãe, a cantora gospel Maura Reys. Começou a cantar em 2016, fazendo apresentações covers em bares e eventos da sua cidade natal. Em 2018, decidiu trilhar sua própria carreira e, ao conhecer Barro pela internet, foi para Recife gravar o seu trabalho autoral.
    “Agora sinto que estou começando a criar minha identidade e me ver como artista, ter uma luz mais clara de que caminho eu quero seguir na música”, conta a cantora de 22 anos, que tem como maiores influências as vozes femininas de Amy Winehouse, Céu, Vanessa da Mata, Mariah Carey, Mayra Andrade, Norah Jones e Lana Del Rey.
    “Ventilador” é assinado por Rachel Reis, Fred Lima (banda Iorigun) e Barro, e tem a participação dos músicos Guilherme Assis (baixo, synth, programação e guitarra) e Lassere (percussão). O videoclipe foi dirigido pela Gira Conteúdo e Casa Cria.
 

FICHA TÉCNICA
“Ventilador” – Single
Voz e Vocais: Rachel Reis
Guitarra e Synth: Barro
Baixo, Synth, Programação e Guitarra: Guilherme Assis
Percussão: Lassere
Gravado no Zelo Estúdio entre Maio e Outubro de 2019 (Recife - Pernambuco)
Produção Musical: Barro e Guilherme Assis
Mixagem: Guilherme Assis
Masterização: Vinícius Aquino
“Ventilador” – Videoclipe
Direção: Gira Conteúdo e Casa Cria
Direção de fotografia: Gira Conteúdo
Fotos: Luara Olívia
Direção de Arte: Casa Cria
Styling: Carol Silveira
Acessórios: Alumia, Constant 77
Roupas: Paulo Pinheiro e Acervo
Maquiagem e cabelo: Renata Gueiros
Produção: Janaína Guedes
Assistente de produção: Gabi FantinLocação: Casa Cria
Catering: Armazém Xavier

AUTORIA: Release da VAGALUME PRESS - Ana Paula Marques



LORENA PORTO E O FORRÓ REMELEXO DE MOÇA CIRCULAM POR FEIRA DE SANTANA


Publicado em: 23/01/2020 - 18:01:51

    Com diálogos musicais que passeiam pela bossa nova, jazz, samba, pela música brasileira, inclusive, direcionada para crianças, a cantora baiana Lorena Porto inicia seu novo ano artístico cantando e contando o nordeste. O Forró Remelexo de Moça inaugura uma circulação que promete durar o ano inteiro. As primeiras apresentações de 2020 acontecem em Feira de Santana (BA), nesta sexta-feira (24), às 21h, na Cúpula do Som (av. Fraga Maia, 5196) e neste sábado (25), às 22h, no Seu Zé Lounge Bar (rua Domingos Barbosa de Araújo, 900). Os ingresso por R$ 15 podem ser comprados no local ou através do WhatsApp 75992641507.
    “Ainda bem que estamos no nordeste e por aqui o forró não tem época. É nosso, é de todo dia”, declara Lorena. Na banda, a cantora estará acompanhada por músicos premiados, com experiência internacional e de grande relevância no cenário musical baiano como Rogério Ferrer (sanfona), Gilmar Araújo (guitarra), Bel da Bonita (percussão) e Daniel Penha (percussão).
    No repertório, o conhecido “forró raiz” ou “forró pé de serra” é prioridade. Lorena interpreta canções de Luiz Gonzaga, Gilberto Gil, Dominguinhos, Anastácia, Amelinha, Jackson do Pandeiro, Alceu Valença, Geraldo Azevedo, Bicho de Pé, Dorgival Dantas e muitos outros compositores que cantam a beleza e a força do povo nordestino. Sem contar das músicas que talvez o público não espere ouvir em clima de forró como obras da banda Francisco El Hombre.
    O radialista Elsimar Pondé fala um pouco sobre suas impressões depois de ter assistido à estreia desse projeto em 2019. “Lorena Porto é uma artista que se destaca por sua versatilidade. Através desse projeto, ela deixa muito explícita sua valorização para a nossa tradicional música nordestina que está muito vinculada à nossa origem, nossa identidade. Então, é um projeto muito significativo que conta com músicos altamente qualificados e que entendem do riscado, que conhecem bem a nossa música nordestina. Eu não tenho dúvida de que será mais um projeto bem-sucedido muito por conta das habilidades dessa artista talentosa e bastante profissional”, declara Pondé.
    Segundo ele, a força desse projeto se dá muito pela capacidade que Lorena tem para definir repertório. “É muito difícil definir o repertório de um projeto com esse perfil. Mas ela é extremamente minuciosa e foi muito feliz na seleção das músicas, além de ter um olhar amplo e diverso da nossa cena artística”, reforça Pondé.
    A produção é do Coletivo Culturasss, a direção musical de Rogério Ferrer e a técnica é do estúdio Via Sonora sob os cuidados do músico Anselmo Roberto. O design gráfico tem a assinatura do artista visual Donguto e as fotos são de Lílian Falcão.

SERVIÇO
O QUÊ? Lorena Porto e o Forró Remelexo de Moça
QUANDO? Sexta (24), às 21h e sábado (25), às 22h
ONDE? Cúpula do Som (av. Fraga Maia, 5196), na sexta (24) e no Seu Zé Lounge Bar (rua Domingos Barbosa de Araújo, 900), no sábado (25).
Mais informações e reservas pelo WhatsApp 75992641507.

AUTORIA: Release da Culturass



BANDA AFRICANIA INICIA GRAVAÇÃO DE CLIPE NO DIA DE SANTO REIS


Publicado em: 07/01/2020 - 02:01:29

    O grupo Africania segue com novidades movidas pelo novo disco “O Curador do Museu do Imaginário” que será lançado neste semestre. Após ter participado do Espiral - Festival Arte de Cultural, no Piemonte da Chapada Diamantina, em Itaitu, distrito de Jacobina, em média, 350 KM de Salvador, a banda inicia a gravação do clipe de uma das principais canções do referido disco no Dia de Santo Reis, comemorado no dia 06 de janeiro.
    De acordo com o vocalista e percussionista do grupo, Bel da Bonita, cenários das cidades de Gavião e Quixabeira foram escolhidos para fazer parte da produção audiovisual. “Há muito tempo queríamos fazer este trabalho nesta região que traz muitos significados para o nosso novo trabalho. Eu sou de Gavião e Daniel nasceu em Quixabeira”, destacou Bel.
    Daniel Penha é um dos componentes da nova formação do grupo. Segundo ele, o novo disco tem um sentimento de retribuição e reverência às tradições do samba da região, depois de ter vivenciado grandes experiências musicais, inclusive fora do pais, como México e Estados Unidos. “Estou feliz com o convite do meu amigo Bel da Bonita para fazer parte desse trabalho que acredito que seja um dos mais importantes para a preservação da nossa memória musical”, expressou Penha.
Africania - Foto: Jaime Sampaio    A produção audiovisual conta com o roteiro de Daniel Dourado, cineasta com mais de 20 anos de experiência, com diversos trabalhos realizados com povos indígenas como a obra “Uma mulher e uma aldeia” que aborda as lutas indígenas de povos brasileiros a partir da história de uma mulher em busca de sua identidade. Jaime Sampaio, que acompanha o grupo desde 2013, assina a direção de fotografia, Claudio Camperlingo assume a gerência de produção e Ludmila Dourado a direção executiva. O grupo não informou a data de lançamento do clipe e segue para o Festival Ressonar que ocorrerá entre os dias 09 e 13 deste mês, em Piatã, na Chapada Diamantina.

SOBRE O NOVO DISCO
    “O Curador do Museu do Imaginário” é o mais novo disco da Africania idealizado por Bel da Bonita e Daniel Penha, com o intuito deAfricania - Foto: Jaime Sampaio ampliar o olhar sobre riqueza estética do samba rural e poesia da Bacia do Jacuípe. Já que ambos nasceram e se “criaram” nessa região, puderam assim, vivenciar de muito perto a vida e as tradições do Samba e do Sambador(a) jacuipense. O Álbum traz uma estética de música mestiça, em que o samba de batuque, Samba Chula, Toada dialogam com as diversas escolas da música mundial, como: Acid Rock, Jazz, Psy-trance, Música Progressiva e Psicodélica. As canções do O Curador do Museu do Imaginário abordam temas que vão da temática folclórica até preservação do Rio Jacuípe, bem como a situação política da Bahia e Brasil. Esse trabalho procura de uma forma direta refletir, reverenciar e dar continuidade ao legado do samba rural jacuipense.

AUTORIA: Release da Ascom do Grupo Africania - Cid Fiúza



Mais Notícias

    “Entre Crendices e Amores Pagãos”, álbum de estreia ...

    “Ventilador” é o single de estreia da cantora e compositora...

    Com diálogos musicais que passeiam pela bossa nova, jazz, samba, pela m...

    O grupo Africania segue com novidades movidas pelo novo disco “O Curador...

    No próximo dia 13 de dezembro, sexta-feira, às 20 horas, no palc...

    Sons de Mercúrio concorre com a canção “Peregrino&r...

    Feira de Santana realmente necessita de um espaço alternativo nos molde...

    Nele, a artista passeia pelo folk brasileiro, com melodias minimalistas, alegr...

    Depois de divulgar seu retorno comemorando 12 anos de carreira, a banda Calafr...

    O Circuito Cultural Belgo Bekaert traz para a praça CEU da Cidade Nova,...


Página de 29
| | | | |

 

Apoio Cultural:



Higienizar

Josy Santana Artes e Unhas

Viva Feira
New Page 1

 

© 2009-2016 Viva Feira - Todos os direitos reservados