menu
-Agenda Cultural
-Restaurantes
-Teatros
-Museus
-Comentários
-Fale conosco
-Política de Privacidade
-Utilidade Pública
-Links Feirense
-Artes Cênicas
-Artes Visuais
-Artesanato
-Bandas
-Literatura
-Músicos
ENTRETENIMENTO
-Cinema
-Arquivo de Eventos
-Festival Vozes da Terra
-Festival Gospel 2010
-Natal na Praça 2010
-Micareta 2011
-Últimos Eventos
-Radio Viva Feira
-TV Viva Feira
-Videos Viva Feira
COLUNISTAS
-Beto Souza
-Cezar Ubaldo
-Emanoel Freitas
-Fabiana Machado
-Luís Pimentel
-Maiara Angels
-Raymundo Luiz Lopes
-Sandra Campos
-Sandro Penelú
-Silvana Carneiro
 
 
 
EXPECTATIVA DO LÁ VEM ELAS É SUPERIOR A TRÊS MIL ASSOCIADOS

O bloco entra na avenida às 17h10, comandado pelo Harmonia do Samba

Publicado em: 19/04/2018 - 10:04:06

    Que o Lá Vem Elas é o bloco mais alegre e irreverente da Micareta de Feira de Santana, isso todo mundo já sabe. Porém, esse ano a expectativa é maior ainda para o desfile, que acontece no sábado, 21.
    A euforia dos associados se dá por conta da apresentação da banda Harmonia do Samba, que vai comandar “as meninas”. A atração é um sonho antigo dos associados e que agora se torna realidade. A expectativa, segundo a diretoria do bloco, é de mais de três mil foliões dentro das cordas.
    “Os associados sempre pediram Harmonia. Tentamos algumas vezes, mas por conta de agenda, não deu certo. Agora, trazemos a banda para realizar esse sonho. Os foliões do bloco, que são fieis, estão ansiosos para chegar o dia”, segundo a diretoria do bloco.
    Mesmo sem quase bloco nenhum na avenida, o Lá Vem Elas mantém a tradição, com o seu público sempre presente. O que mais se destaca são as fantasias e as brincadeiras durante o percurso. Esse ano, o bloco desfila de unicórnio, uma tendência mundial na moda feminina. Casando perfeitamente com a filosofia do bloco.
    “Só saiu no Lá Vem Elas. Pela descontração e amizade que há entre os participantes - mesmo sem se conhecer. Nunca vi uma briga no bloco”, disse Elizeu Leal, que afirmou estar contando as horas para sair na avenida “vestida de unicórnio”.
    O Lá Vem Elas está programado para entrar na avenida a partir das 17h10min. “Pedimos que cheguem cedo, façam sua festa e brinquem em paz. Será mais um ano de sucesso, com certeza”, pede a diretoria.


AUTORIA: Filipe Oliveira



RODA DE CONVERSA: SAMBA, SUOR E REDUÇÃO DE DANOS

SAMBA, SUOR E REDUÇÃO DE DANOS

Publicado em: 13/04/2018 - 16:04:01

    O Corra pro Abraço é uma iniciativa do Governo do Estado da Bahia, vinculado à SJDHDS/SUPRAD, e tem como principal objetivo a promoção da cidadania dos usuários de substância psicoativas em situação de rua, baseado nas estratégias de redução de Danos Físicos e Sociais, promovendo seu acesso a políticas públicas de Saúde, Assistência Social, Justiça e Cultura.
    Uma das nossas estratégias é a promoção à garantia do direito de acesso à cultura, assim como aos bens, espaços e serviços culturais dentro do nosso município. Dessa forma, para fechar o nosso projeto SAMBA, SUOR E REDUÇÃO DE DANOS, que vem sendo trabalhado nas rodas de arte-educação, trazendo reflexões que convergem com a festa da Micareta, realizaremos uma roda de conversa, garantindo a socialização dentro do contexto festivo que envolve a cidade nesse período. A ser realizado no MAC – Museu de Arte Contemporânea, no dia 18/04/2018 próxima quarta-feira dás 15:00 às 17h.
    Descrição da atividade: Roda de Música Conversada
    Será realizada uma roda de conversa em formato de Pocket Show, com a participação de Jeremias Gomes (filho de Edson Gomes) e Gilson Chiclete (Professor de precursão do Programa), através da mediação dos técnicos de referência serão provocadas reflexões que perpassam as realidades dos nossos assistidos, desde as violências possíveis dentro do evento que toma a cidade nesse período, passando pela e desigualdade e por vez integração social até chegarmos as estratégias de Redução de Danos Físicos e Sociais que envolvem a festa da Micareta. Tudo isso partirá das mensagens das letras de músicas do cantor e compositor Edson Gomes.

AUTORIA: Release do MAC



JAM NA CUCA RECEBE GRUPO DE DANÇA TRUPE MANDHALA NESTE DOMINGO


Publicado em: 06/04/2018 - 17:04:30

    O grupo de dança feirense Trupe Mandhala é o convidado do projeto Jam na Cuca deste domingo, 8 de abril, às 17 horas, no Teatro de Arena do Centro Universitário de Cultura e Arte (CUCA).
    As dançarinas levarão a linguagem dos mais variados estilos de dança tribal – como a flamenca e street dance – ao som do melhor da música instrumental. A Trupe Mandhala efetua suas pesquisas em dança com foco no Tribal Brasil e no estudo das diferentes corporeidades que compõem a sua identidade e estilo contemporâneo.
    Além da experiência musical e da dança, o público pode se entreter ainda na pequena e charmosa feira de artesanato e guloseimas chamada Varal da Jam.
    A Jam na Cuca já acontece há quatro anos e é uma iniciativa dos músicos experientes que formam a banda base: os instrumentistas do grupo Quaternária – Gilmar Araujo (guitarra), Rogério Ferrer (acordeon, sax e piano), Anderson Silva (contrabaixo) e Adson Junior (bateria) –, e o pianista Tito Pereira.
   
    SERVIÇO
    O quê: Jam na Cuca recebe Trupe Mandhala
    Onde: Teatro de Arena do Centro Universitário de Cultura e Arte – CUCA/UEFS (Av. Conselheiro Franco, s/n, Feira de Santana)
    Quando: Dia 08/04/2018, a partir das 17 horas
    Quanto: R$8,00 (oito reais)

AUTORIA: Jam Na CUCA



MARIA, ESCOMBONE E O VIOLÃO ENCANTADO


Publicado em: 04/04/2018 - 15:04:50

    Crianças e adultos do bairro Baraúnas tiveram a oportunidade de assistirem ao espetáculo musical “Maria, Escombone e o violão encantado” nesta última terça-feira. A trilha sonora da peça é voltada para o público infantil, mas contagiou pessoas de todas as idades que ocuparam a praça. “Como é bom ser criança, você cresceu mas ainda pode entrar na nossa dança”, trecho da peça que ressalta e lembra a importância da infância, o qual encantou a todos na platéia.
    Dona Vera Lúcia, foi uma entre as várias mães presentes na platéia, ela foi de acompanhante mas não deixou de se divertir. “Trouxe meu filho, meu neto e adorei a peça, cantei todas as músicas junto com eles. Era pra ter mais vezes no ano esse projeto, foi muito bom mesmo”, conta animada.
    A pequena Claudia de 8 anos sentou na primeira fileira para não perder nenhum momento do musical, e no final teve a oportunidade de subir no palco para dançar com os personagens e outras crianças.“Gostei de tudo, das músicas, do teatro. Me divertir e dancei muito também”, afirmou.
    O espetáculo nasceu através de um desejo dos artistas, Lorena Porto que faz a personagem Maria, e seu parceiro, Cid Fiuza que interpreta o Escombone. A atuação de Maria e Escombone leva alegria, histórias e iniciação musical de forma lúdica e envolvente para a meninada, com a ajuda do Violão Encantado de onde saem canções populares e de autoria da própria dupla.
    “O projeto teatro vai aos bairros não pode nunca acabar, é um projeto que é um patrimônio da cidade, que precisa do cuidado do poder público com atenção e muito porque beneficia muita gente e as praças públicas. Eu só desejo que o projeto nunca termine e só se enriqueça mais”, disse Lorena.
    O Festival Teatro vai aos Bairros continua até o dia 13 de abril, sempre em praças e escolas públicas dos bairros e  distritos de Feira de Santana. O próximo espetáculo, “Cadê minha infância?!”, acontece nesta sexta-feira, 6 , no distrito de Maria Quitéria, às 19h.
    O projeto é realizado pela Prefeitura Municipal de Feira de Santana, através da Fundação Municipal de Tecnologia da informação, Telecomunicação e Cultura Egberto Tavares Costa. A programação completa está disponível no site www.teatrovaiaosbairros.com.br.

AUTORIA: ASCOM FUNTITEC



MORADORES DO DISTRITO DE JAÍBA ASSISTEM ESPETÁCULO NO FESTIVAL TEATRO VAI AOS BAIRROS.

Em sua 18º edição, o projeto leva espetáculos teatrais de Feira de Santana a diversos locais do município, inclusive os distritos.

Publicado em: 29/03/2018 - 16:03:51

    A Praça do distrito de Jaíba, em Feira de Santana, foi palco para mais um espetáculo do Festival Teatro Vai aos Bairros, na noite desta quarta-feira, 28. A peça A Cidade da Rua Direita, do Grupo Cordel, dirigido por Geovane Mascarenhas, conta a história da cidade de Feira de Santana na década de 1930, falando também de personagens que marcaram e que fazem parte da cultura feirense, como Lucas da Feira e Maria Quitéria.
    Rapidamente as cadeiras e bancos do local foram ocupadas por completo. O presidente da Fundação Municipal de Tecnologia da Informação, Telecomunicações e Cultura Egberto Tavares Costa - Funtitec, Antônio Carlos Coelho, falou sobre os objetivos do projeto para o ano de 2019. “Desde o ano passado que a Funtitec estendeu o projeto para alguns distritos de Feira e retornamos este ano para Jaíba, Matinha e Maria Quitéria. E assim nós pretendemos que
em 2019, possamos alcançar os sete distritos do município, levando  ao homem do campo a cultura do teatro, quando muitos não tem condições de ir até o teatro, a Fundação Egberto Costa faz com que o teatro vá até o povo de Feira de Santana”. Conclui Coelho.
    A professora
da Escola Municipal 15 de Novembro, Edna Cirino fez questão de levar seus alunos para apreciar A Cidade da Rua Direita. “O aprendizado não se dá só na sala de aula, mas também fora. E esse aqui é um momento importante: além de privilegiar a comunidade, os alunos podem interagir com esse espaço e conhecer um pouco da arte. Pra eles é uma novidade”. Afirmou.
    O Festival Teatro Vai aos Bairros acontece até 13 de abril. O próximo espetáculo será Aprendizes do Picadeiro, que será apresentado no bairro Rua Nova, às 19h. Para conferir a programação completa acesse www.teatrovaiaosbairros.com.br

AUTORIA: Release da Ascom da Fundação Egberto Costa
Fotos




3º DIA DO TEATRO VAI AOS BAIRROS ACONTECE NESTA TERÇA-FEIRA NO BAIRRO FEIRA X

Um dos projetos mais bem estruturados objetivando a formação de plateia começa as atividades de 2018 de forma pujante.

Publicado em: 26/03/2018 - 19:03:31

    A programação do "O Teatro Vai aos Bairros" continua nesta terça-feira, 27, no bairro Feira X, com o espetáculo Leituras e Travessuras são uma Gostosura. A peça infantil narra a aventura vivida por Violeta e seu boneco Calicote que, após descobrirem que algumas letras do alfabeto desapareceram no Reino da Leitura, unem forças para lutar contra as maldades do Feiticeiro Ferrugem.
    O Teatro Vai aos Bairros é um projeto que visa o fortalecimento, a valorização e a difusão do teatro em Feira de Santana, buscando sua popularização e o acesso à cultura nas diferentes localidades do município.
    O projeto segue até o dia 13 de Abril. A programação completa está disponível no site www.teatrovaiaosbairros.com.br .

***

    A bem da verdade no entendimento do Viva Feira, este projeto deveria ser estruturado para o ano inteiro e não apenas um mês ou dois. A formação de plateia é um elemento fundamental na pacificação social de modo que a ampliação do projeto, com certeza, irá oferecer melhores possibilidades de uma resposta mais eficiente da comunidade.
    O gosto pelo Teatro só irá crescer se o espectador for estimulado de uma forma mais eficiente e certamente resultara em parte deste público começa a desejar ir ao Teatro de modo mais sistemático.
    A fundação Egberto Costa deve estudar esta possibilidade e verificar os possíveis meios de captação de recursos para estender o Projeto o máximo possível!

AUTORIA: Release da Ascom da Fundação Egberto Costa



MARCHA MUNDIAL PELA CONSCIENTIZAÇÃO DA ENDOMETRIOSE SERÁ REALIZADA TAMBÉM EM FEIRA DE SANTANA

Em seu 5º ano no Brasil, EndoMarcha reúne mulheres portadoras da doença, familiares e profissionais da saúde em busca de atendimento digno e políticas públicas que facilitem o diagnóstico e o tratamento

Publicado em: 20/03/2018 - 14:03:45

    A EndoMarcha, Marcha Mundial pela Conscientização da Endometriose (Million Women March for Endometriosis), acontecerá no dia 24 de março, em mais de 80 países. No Brasil, a marcha acontece em 14 cidades: Belém, Belo Horizonte, Boa Vista, Brasília, Campo Grande, Curitiba, Feira de Santana, Florianópolis, Fortaleza, Londrina, Maringá, Salvador, São Paulo e Rio de Janeiro. A concentração para a marcha será a mesma em todas as regiões: 9h (horário de Brasília). Às 10h, serão iniciadas as caminhadas para conscientização da doença. Para participar, os interessados devem realizar seu cadastro gratuitamente no link: https://goo.gl/Et5DUp
    “A marcha é um evento legítimo de reivindicação pelos nossos direitos, pelo diagnóstico precoce e pelo reconhecimento da endometriose como doença social, com a criação de políticas públicas para que o tratamento possa ser realizado pelo SUS”, afirma Caroline Salazar, capitã brasileira da EndoMarcha, jornalista e idealizadora do blog A Endometriose e Eu.
    Estima-se que 200 milhões de meninas e mulheres sejam atingidas pela endometriose em todo o mundo. No Brasil, a estimativa é que esse número seja de seis milhões de portadoras da doença crônica. A doença pode apresentar, entre outros sintomas, dor pélvica grave, dor durante a relação sexual, dor ao urinar, na bexiga e nos movimentos intestinais, inchaço, náuseas e vômitos, constipação e diarreia. Além disso, estima-se que 40% das mulheres com endometriose apresentem problemas de infertilidade.
    A EndoMarcha foi idealizada nos Estados Unidos pelo Dr. Camram Nezhat, médico especialista e precursor da videolaparoscopia, utilizada no tratamento da doença, e por seus irmãos, Dr. Ceana Nezhat e Dr. Farr Nezhat. O movimento ocorre em março, mundialmente reconhecido como o Mês de Conscientização da Endometriose. “No Brasil, a cada ano essa participação aumenta mais. Em 2014, por exemplo, foram só quatro cidades. Em cinco anos, nós mais que quadruplicamos a EndoMarcha no país”, comemora, com razão. A partir do movimento, leis com foco na conscientização e disseminação de informações sobre a doença já começam a surgir nos estados de Roraima e São Paulo, além da cidade de Campo Grande (MS). “Isso é bom não só para as portadoras, mas também para os médicos, uma vez que faz com que o acesso à informação sobre a endometriose seja maior”, pontua a capitã da EndoMarcha.
    Em Feira de Santana, a EndoMarcha será coordenada por Layane Cedraz, digital influencer do ig @mamae6estrelas que é portadora da endometriose, e só descobriu que tinha a doença quando se deparou com a infertilidade. “Era impossível eu não abraçar a causa da EndoMarcha tendo vivido tanta dificuldade em anos de luta para engravidar e conhecer tantas mulheres que estão no mesmo processo que eu, pois uma das principais consequências da endometriose é a infertilidade”, afirma Layane.
    Em Feira de Santana, a EndoMarcha, que vai sair do Espaço Cultural Marcus Moraes (Av Getulio Vargas) seguindo para Praça da Prefeitura, tem o apoio da Secretaria de Saúde de Feira de Santana,  Lua e Luz, Med Imagem, Laboratório DNA Labvida, Espaço Laser. A Secretaria de Saúde disponibilizará serviços aos participantes com stand na Pça da Prefeitura, e a Espaço Laser Feira de Santana dará cortesia em serviços na clínica. Quem quiser participar pode ir no dia e receberá uma camisa do evento e estudantes universitários da área de saúde receberão certificado de participação com carga horária.

    Confira abaixo os locais de concentração da EndoMarcha em cada uma das cidades participantes:
    Belém: Praça da República, em frente ao Teatro da Paz
    Belo Horizonte: Em frente ao Palácio da Liberdade
    Boa Vista: Praça Barreto Leite
    Brasília: Parque Bosque do Sudoeste
    Campo Grande: Praça Ary Coelho
    Curitiba: Boca Maldita
    Feira de Santana: Espaço Cultural Marcus Moraes – Av Getúlio Vargas
    Florianópolis: Parque de Coqueiros
    Fortaleza: Praça do Ferreira
    Londrina: Calçadão de Londrina
    Maringá: A. T. I do Parque do Ingá
    Salvador: Farol da Barra
    São Paulo: Vão livre do MASP
    Rio de Janeiro: Estação Central – Saída Campo de Santana


AUTORIA: Margareth Cedraz Freire



SEBRAE OFERECE DICAS E CAPACITAÇÕES PARA ATENDER MELHOR

Agenda da instituição tem oportunidades para diversos municípios baianos

Publicado em: 15/03/2018 - 10:03:17

    Celebrado nesta quinta-feira, 15 de março, o Dia do Consumidor é um lembrete para os empresários cuidarem de um fator fundamental para a manutenção do cliente: o bom atendimento e relacionamento. Para ajudar os pequenos negócios nessa missão, o Sebrae oferece uma série de capacitações voltadas para conquistar um atendimento de excelência.
    Até o final de abril, são seis capacitações ofertadas nos municípios de Salvador, Santo Antônio de Jesus, Feira de Santana, Alagoinhas, Lauro de Freitas e Guanambi. Há investimentos a partir de R$ 10, e as inscrições podem ser realizadas na Loja Virtual do Sebrae Bahia (http://lojavirtual.ba.sebrae.com.br/loja/) ou pela Central de Relacionamento Sebrae, no 0800 570 0800.
    Em Salvador, a oportunidade é aprender, no dia 21 de março, como gerenciar o relacionamento digital, em palestra que acontece das 14h às 16h, no ponto de atendimento do Sebrae em Itapagipe. Outra boa oportunidade para quem quer estar antenado com as mudanças no atendimento acontece em Feira de Santana, no dia 27. Na data, os empresários podem participar do seminário “Cliente 3.0 – Desafios para o atendimento ao cliente”, das 18h às 22h, no Hotel Atmosfera.
    Já os empreendedores de Santo Antônio de Jesus, Alagoinhas, Lauro de Freitas e Guanambi contam com a oferta da oficina “Pratique Atendimento”, em diferentes datas. Na capacitação, os participantes aprendem a buscar um modelo de sucesso que contribua para a satisfação do cliente, entendendo a qualidade do atendimento como um valor da empresa.
    Confira cinco dicas para ter um atendimento de excelência e conquistar o cliente:
    - Seja gentil: Atenda todos os clientes bem, sem preconceitos. Dê as boas-vindas, receba-o com um sorriso e tente chama-lo pelo nome. Essa regra também vale para a relação com os colegas de trabalho.
    - Seja ágil: Não deixe o cliente esperando. Se estiver finalizando outra atividade, informe que irá atendê-lo em seguida.
    - Dê muita atenção ao cliente: Sempre trate o cliente como alguém muito importante para a empresa e ouça bem o que ele deseja. Busque orientá-lo de forma clara e eficiente, evitando termos técnicos.
    - Evite posturas negativas: Não dê ordens ao cliente, busque sempre ser cordial na forma de falar. Busque contornar qualquer mal-entendido da melhor forma e sempre fale a verdade, mesmo se for preciso assumir uma falha.
    - Mantenha um ambiente de qualidade: Limpeza e organização influenciam muito a imagem que a empresa passa para o cliente. Além disso, esses cuidados tornam o ambiente mais funcional para quem trabalha nele todos os dias.

AUTORIA: Danielle Cristine



PROFESSOR DA REDE MUNICIPAL RECEBE PRÊMIO

Aconteceu na noite de ontem (28/02) a sessão solene em que a Academia de Educação de Feira de Santana concedeu o Prêmio Educador do Ano Governador Luiz Viana Filho – edição 2017 à Profa. Nelcilândia Figueiredo da Silva Arouca.

Publicado em: 01/03/2018 - 15:03:22

    Uma festa bonita, com ricos pronunciamentos.  O Acadêmico Geraldo Leite justificou a escolha do Patrono  do Prêmio,  Luiz Viana Filho, criador e responsável pela instalação da Universidade Estadual de Feira de Santana. A Acadêmica Ana Rita Neves saudou a homenageada em nome da Academia, relatando a sua trajetória  como educadora, oferecendo um  valoroso pronunciamento que emocionou aos presentes. A homenageada, por sua vez, também fez um relato da sua vida, desde que chegou em Feira de Santana ainda criança até os dias atuais, partilhando a homenagem com seus familiares e colegas  docentes que colaboram com o seu trabalho  enquanto gestora da Escola Municipal Maria Antonia Costa.
    A Presidente da Academia de Educação, Profa. Anaci Paim, também fez um pronunciamento onde indagou: que tipo de escola temos e quem é o Educador de hoje?   Referindo-se aos desafios enfrentados pelos educadores, diante do descompasso entre o ritmo da vida e o da Escola e enaltecendo o trabalho incansável dos docentes na busca permanente da superação desses desafios.
    A Secretária Municipal de Educação Jayana Ribeiro, que estava representando também o Prefeito José Ronaldo Carvalho,  fez um breve pronunciamento agradecendo ao trabalho que é realizado pelos docentes da rede Municipal, especialmente pela Professora Nelcilandia  Arouca, cuja unidade de ensino vem conseguindo alcançar bons níveis na avaliação do IDEB.
    Alunos da Escola Municipal Maria Antonia Costa apresentaram uma performance retratando a vida da Profa. Nelcilândia em suas atividades enquanto gestora daquela unidade escolar.
    Ao final da sessão, um momento de congraçamento entre os presentes.

AUTORIA: Academia de Educação de Feira de Santana



Mais Notícias

    A programação do "O Teatro Vai aos Bairros" continua n...

    A EndoMarcha, Marcha Mundial pela Conscientização da Endometrios...

    Celebrado nesta quinta-feira, 15 de março, o Dia do Consumidor é...

    Uma festa bonita, com ricos pronunciamentos.  O Acadêmico Geraldo L...

    A Revista Literária Inversos - ISSN 252701857, periódico feirens...

    Microempreendedores Individuais (MEI) que exercem atividades como personal tra...

    O Sebrae em Feira de Santana retoma o atendimento ao público hoje, segu...

    O cantor e compositor Ramon Lima chega ao palco da Cidade da Cultura para apre...

    A sede e as unidades regionais do Sebrae em toda a Bahia retornará o at...

    A presidente da Fundação Hospitalar de Feira de Santana (FHFS), ...


Página de 16
| | | | |

 

Apoio Cultural:



Micareta 2018
New Page 1

 

© 2009-2016 Viva Feira - Todos os direitos reservados