menu
-Agenda Cultural
-Restaurantes
-Teatros
-Museus
-Comentários
-Fale conosco
-Política de Privacidade
-Utilidade Pública
-Links Feirense
-Artes Cênicas
-Artes Visuais
-Artesanato
-Bandas
-Literatura
-Músicos
ENTRETENIMENTO
-Cinema
-Arquivo de Eventos
-Festival Vozes da Terra
-Festival Gospel 2010
-Natal na Praça 2010
-Micareta 2011
-Últimos Eventos
-Radio Viva Feira
-TV Viva Feira
-Videos Viva Feira
COLUNISTAS
-Beto Souza
-Dr. Ed Forró
-Emanoel Freitas
-Fabiana Machado
-Luís Pimentel
-Maiara Santos
-Raymundo Luiz Lopes
-Sandra Campos
-Sandro Penelú
-Silvana Carneiro
 
 
 
ORQUESTRA NEOJIBA REALIZA APRESENTAÇÃO NO CSU

O concerto será promovido pelo Núcleo de Feira de Santana e contará com a participação do músico e sanfoneiro Zé Araújo

Publicado em: 10/06/2022 - 17:06:10

    No dia 14 de junho, a partir das 19 horas, no auditório do Centro Social Urbano - CSU, no bairro da Cidade Nova, em Feira de Santana, o NEOJIBA (Núcleo de Feira) fará uma apresentação, contando com toda a orquestra e o coro. O concerto prevê um repertório diversificado da música clássica, além de envolver o cancioneiro popular com músicas juninas e a participação especial do sanfoneiro Zé Araújo, em homenagem às festividades do São João.
    Em atividade desde 2014, o Núcleo Territorial NEOJIBA Feira de Santana - Antônio Gasparini atende hoje cerca de 281 crianças, jovens e adolescentes promovendo a formação musical e pessoal dos integrantes através de atividades de prática coletiva da música. Ao longo dos oito anos de atuação na cidade, cerca de 500 alunos já foram beneficiados pelo programa e aproximadamente 16 mil pessoas já foram alcançadas através de práticas sociais, oficinas e apresentações.
    O artista convidado, Zé Araújo, é músico sanfoneiro, com 33 anos de carreira. Bastante conhecido em Feira de Santana, já realizou participações na novela Velho Chico (Rede Globo- 2016) e em documentários internacionais sobre o forró nordestino, a exemplo do que foi produzido em 2019 por uma TV Francesa.
    A apresentação do NEOJIBA possui entrada gratuita e está direcionada a um público de todas as idades. Para participar, basta comparecer no dia e hora agendados.

Para maiores informações, acesse https://www.neojiba.org/ e/ou acompanhe as redes sociais https://www.flowcode.com/page/redesneojiba

Telefones para comunicação (agendamento de entrevistas e matérias):
Aloma Galeano - (75) 98105-4689(whatsapp) / alomagaleano@neojiba.orgGustavo Laporte | Equipe de coordenação
(75) 99183-3925/ gustavolaporte@neojiba.org

SOBRE O NEOJIBA
    Os Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia (NEOJIBA) foram criados em 2007 pelo maestro e pianista Ricardo Castro e transformados em política pública do Governo do Estado da Bahia. O objetivo é promover o desenvolvimento e a integração social de crianças, adolescentes e jovens, prioritariamente em situação de vulnerabilidade, por meio do ensino e da prática musical coletivos. O programa está vinculado à Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social e é gerido pelo Instituto de Desenvolvimento Social pela Música, organização social sem fins lucrativos.

AUTORIA: Release do evento - Aloma Galeano
Fotos




SAMBA JUNINO NA CIDADE DA CULTURA TRAZ REVOLUSAMBA E MUITO FORRÓ NESTE DOMINGO


Publicado em: 02/06/2022 - 00:06:54

    A Cidade da Cultura começa o mês de junho com tudo e promove neste domingo o primeiro Samba Junino de Feira de Santana trazendo a mistura de dois ritmos que o brasileiro ama: samba e forró. O evento conta com show da banda Revolusamba e dos forrozeiros Dr. Ed do Forró e Cícero Leandro.
    Com uma carreira sólida, o grupo Revolusamba é dono de sucessos do samba baiano a exemplo de “O pau comeu”, “Mole mole” e “Samba de Sucata”. Na oportunidade, a banda apresenta ainda “Tô Coladinho”, sua atual música de trabalho. No repertório, a versatilidade de clássicos como “Preta pretinha”, dos Novos Baianos e “Chupando gelo”, do Trio Nordestino.
    A festa acontece neste domingo, dia 5 de junho, no anexo da Cidade da Cultura. Com direção e produção do mestre Asa Filho, a festa acontece a partir das 15h. Os ingressos estão à venda no local e outras informações podem ser adquiridas pelo WhatsApp (75) 98318-9197. O anexo da Cidade da Cultura fica localizado à Rua H, 170 – Conjunto João Paulo II, no bairro Mangabeira, próximo a Fraga Maia.

SERVIÇO:
O quê: Samba Junino
Atrações: Revolusamba, Dr. Ed do Forró e Cícero Leandro
Quando: 5 de junho
Onde: Anexo da Cidade da Cultura – Rua H, 170 – Conj. João Paulo II, 44056-680 – Feira de Santana (BA)
Ingressos: No local
Classificação: Livre

AUTORIA: Release da Vamo Assessoria



TODO MUNDO VAI AO CIRCO MENOS EU!

Filme do cineasta feirense Daniel Sal propõe reflexão sobre o silêncio

Publicado em: 24/05/2022 - 08:05:02

“Menos Eu” está disponível no canal da produtora Menino Amarelo no You Tube
 
    “Menos Eu” é um filme baiano, curta-metragem de ficção, com duração de 13 minutos e que foi produzido pelo cineasta feirense Daniel Sal. Filmado na cidade de Cachoeira, o filme é uma reflexão sobre a difícil relação de uma garota com o seu pai. Alex Moreira e Paloma Cristina são os atores que protagonizam este drama familiar com excelentes atuações e entrega admirável.
    A produção do filme foi iniciada no final de 2014 e as gravações concluídas em 2015, o processo de montagem e finalização durou até 2019, quando o filme ganhou o prêmio de Melhor Direção De Arte na Mostra Competitiva Baiana do Festival CineVirada. No final de 2021 “Menos Eu” ganhou trilha sonora original, feita pelo DJ Lerry, icônico produtor musical feirense e estreou ao público em abril de 2022.
    A equipe que trabalhou nas gravações foi formada inteiramente por estudantes de uma mesma turma que cursava cinema na UFRB, em uma disciplina no segundo semestre da graduação, no âmbito de um exercício prático de produção.
    No filme “Menos Eu” a falta de toque revela muito e as expressões são como gritos cintilantes de socorro, a necessidade de um abraço salta dos olhos e a fome de carinho apavora. O filme está disponível no Youtube, de forma gratuita e por tempo indeterminado, no canal Menino Amarelo, pagina da produtora responsável pela finalização do projeto. “Menos Eu”, agrega na formação da consciência e da criticidade do espectador a partir da democratização no acesso ao cinema através da web.
    A interpretação se aproxima o quanto pode do silencioso, tentando com isso amplificar a sensação de distância, enquanto isso, as posturas e os longos olhares não correspondidos se impõem ao ambiente. Outro aspecto marcante é a falta quase total de contato físico entre os personagens.

REFERÊNCIAS CINEMATOGRÁFICAS
    A relação entre estilo de atuação e mise-en-scène propõe uma impressão de dilatação do tempo. E nisto, dois filmes influenciaram muito o “Menos Eu” e são importantes referência neste trabalho, em primeiro, LADRÕES DE BICICLETA, de Vittorio De Sica (ITA, 1948). Um dos grandes filmes do neo-realismo italiano que traz aspectos documentais e não atores dentro de uma ficção, em um drama familiar que envolve um pai e um filho na busca por sobrevivência no contexto do pós-guerra. E também o filme DANÇANDO NO ESCURO, de Lars Von Trier (DIN, 2000). Um drama musical que fala sobre a resiliência de uma mulher que lida com seus problemas “fugindo” para um musical, enquanto sonha acordada.
     “Menos Eu” vem da necessidade de falar sobre “comunicação violenta” e jogar luz neste tema que muitas vezes espreita e encurrala. A palavra não dita, a reticência que ameaça findar uma relação em fracasso e deixa ambas as partes envolvidas no quase diálogo, em cacos, numa quase escuridão total de palavras.

O AUTOR E A OBRA
    Com o curta-metragem “Menos Eu”, Daniel Sal estreia sua primeira obra de ficção, com uma narrativa poderosa e linguagem afiada, o curta presenteia o público com um drama comovente. Celebrar a “identidade” é um tema recorrente nas produções de Daniel Sal, que em 2019, produziu com recursos próprios, à primeira temporada da série “Contornos”, um programa de formato televisivo com três episódios, sobre identidade, orgulho e representatividade com foco em Feira de Santana e em como os feirenses se veem.
    Em 2021 produziu com incentivos da Lei Aldir Blanc, a segunda temporada da série “Contornos” com seis episódios dando continuidade ao debate sobre orgulho e representatividade em Feira de Santana. Também em 2021 roteirizou e dirigiu o documentário “Fusão”, filme que propõe reflexões contemporâneas sobre a relação entre corpo, dança e cidade.
A partir de uma investigação sobre o tribal fusion subgênero da dança do ventre que assimila diversos aspectos de outras danças orientais. Três dançarinas performam sobre Feira de Santana. E que também contou com apoio financeiro da Lei Aldir Blanc. Ainda em 2021 estreou a série “Episódio Piloto”, um vídeo blog seriado de formato híbrido, que mistura tendências ensaísticas com ficção e documentário. Aonde, em cada episódio o cineasta Daniel Sal, que é pesquisador de formatos audiovisuais utiliza diálogos metalinguísticos como dispositivos cénicos.
    De dentro da sua rotina, se filma, se monta, se distribui e assim constrói o seu discurso audiovisual enquanto reflete e se aprofunda na explanação de temas pertinentes ao universo da criação de imagens e imaginários. Episódio Piloto foi realizado de forma independente e com recursos próprios.
    Daniel Sal é um cineasta que recorrentemente surpreende, com abordagem sensível e linguagem poética, consegue com sua arte produzir “coisas de cinema”, experiências únicas, e assim, está construindo uma linda trajetória de invenção expressiva e arte. São estes os signos, que fundam a obra deste artista feirense; representação, representatividade e rigor estético. Que são também, os pilares na construção do projeto ético-estético da Produtora Menino Amarelo, para o seu audiovisual na web. Cinema e Mobilidade de mãos dadas, com acesso fácil e gratuito. Produzindo catarse e debate de qualidade.
    No caso do filme “Menos Eu” a palavra-chave foi: Silêncio. A marca que fica é a da falta, transcrita em cinema, a indigestão de uma não relação floreada de ausências e recheada de mistérios. Na maior parte do tempo, enfatizando a distância emocional entre os dois personagens e explorando o lugar psicológico que o pai ocupa no ponto de vista da garota.
    Duda sente e sofre a falta da mãe, mas, apesar de tudo, sabe que na busca de um sonho, apostar a vida é arriscar ser feliz. “Menos Eu” é um filme dedicado aos que passam por esse sofrimento, a dor de precisar ouvir a voz do outro e não saber como pedir, e vive o pavor da esperança de que esse comedimento não seja o prenúncio de um cataclisma emocional ainda maior. Um filme para fazer saber que partidas são idas e vindas, pontos de vista, dores e amores. Quem vai e quem fica, convidados ao novo.

AUTORIA: Release descritivo da obra e do Autor



ESPETÁCULO ROSAS NEGRAS NO TEATRO DO SESC CENTRO (05/03)


Publicado em: 01/03/2022 - 16:03:42

    ROSAS NEGRAS é um espetáculo solo da atriz e coreógrafa Fabíola Nansurê, com direção de Diana Ramos, dramaturgia de Onisajé, coreografia de Edleuza Santos e direção musical de Jarbas Bittencourt. Este espetáculo integra o projeto NATAS EM SOLOS – SEIS OLHARES SOBRE O MUNDO. Aprovado pelo prêmio FUNARTE de teatro Myriam Muniz no ano de 2015.
     A atriz Fabíola Nansurê empreendeu uma pesquisa voltada para a criação de um espetáculo teatral que traz, em sua dramaturgia, histórias de vida de algumas mulheres negras com relevantes contribuições para a luta contra a discriminação e a violência contra a mulher e principalmente contra a mulher negra.
    O espetáculo põe em cena a beleza, o vigor, a inteligência, a sensualidade e sensibilidade da mulher negra lutando contra os estigmas e os estereótipos imputados a elas pelo processo de colonização. Rosas Negras reverência à ancestralidade feminina, coloca a mulher negra como protagonista da sua própria história, cria referência, empodera, potencializa a autoestima e valorização de nossas raízes negras.
 
SERVIÇO:
O que: Dramaturgia
Título: Rosas Negras
Atriz: Fabíola Nansurê
Direção: Diana Ramos
Projeto: NATAS EM SOLOS – SEIS OLHARES SOBRE O MUNDO.
Quando: 05/03/2022 às 19:00 h
Onde: Teatro do SESC Centro

AUTORIA: Release do espetáculo



ADEUS AO DR. HELDER ALENCAR, O ETERNO PROCURADOR DA UEFS


Publicado em: 09/02/2022 - 01:02:03

    É com profundo pesar que a Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) decreta luto oficial e comunica o falecimento do Dr. Helder Alencar, o eterno procurador jurídico da universidade que faleceu hoje (9), em Feira de Santana.
    Advogado, jornalista e historiador Hélder Loyola Guimarães de Alencar esteve boa parte dos seus quase 40 anos como servidor público à frente da Procuradoria Jurídica da Uefs, se dedicando quase que exclusivamente a instituição, que sempre contou com sua presença nas decisões mais importantes, significativas e difíceis ao longo do anos, como ressalta a reitora em exercício da Uefs, professora Amali Mussi; “Nossa instituição está em luto em respeito e admiração por toda uma trajetória. Dr. Helder não passou pela Uefs, ele ajudou a construir e a consolidar essa instituição. Seu legado permanece e a sua presença se eterniza na Uefs”.
    Reconhecido por todos por sua inteligência, sobriedade, inteligência, honradez e imparcialidade Dr. Helder sempre foi um verdadeiro exemplo de profissionalismo, como fazem questão de ressaltar todos que conviveram com ele. Em 2020, durante a pandemia, Dr. Helder encerrou seu ciclo na Uefs deixando a instituição depois de 39 anos em função da extinção do cargo de procurador nas autarquias estaduais.
    Autor de vários artigos da área de direito, Dr. Helder como jornalista foi editor chefe do extinto Jornal Feira Hoje e na gestão municipal atuou como chefe de gabinete do Governo João Durval entre os anos 1967/1971.
    Dr. Helder deixa esposa, filhos e netos. O enterro ocorreu no dia 9, às 11 h, no Cemitério Piedade. Não houve velório, em virtude dos protocolos sanitários contra a covid.

AUTORIA: Release da Ascom UEFS



SUPERTERNO DESABAFA SOBRE LÓGICA PERVERSA DO DINHEIRO EM SINGLE INÉDITO


Publicado em: 25/01/2022 - 01:01:41

    Dinheiro não traz felicidade? É com esse questionamento que a banda Superterno retrata a forma perversa que a lógica do dinheiro se impõe aos indivíduos em seu mais novo single “Dinheiro”, que também irá ganhar um visualizer com lançamento marcado para esta terça-feira, 25, nas plataformas digitais. Com sonoridade influenciada pelo rockabilly e pelo blues e referenciada em sons como Jimi Hendrix, Mutantes e The Who, a música traz um desabafo em um vocal explosivo, acompanhado de um instrumental potente e flamejante.

Save the date

    “Dinheiro” é inspirado na ideia de que, mesmo com toda adversidade, as situações podem ser enfrentadas com o entusiasmo, desejo de mudança e toda a atitude típica do rock ‘n’ roll. “Trata-se de uma crítica sobre como lidamos e precisamos do dinheiro. Enquanto uns, que tem muito e dizem que grana não compra felicidade, os menos favorecidos prontamente discordam”, explica o vocalista e guitarrista Bluzera. “Em meio a isso tudo, o single traz um ritmo forte, que condiz com a essência do rock ‘n’ roll, que tem o senso de humor debochado, que nos estimula a indagar tudo sem deixar de nos divertir nessa caminhada”, completa.

Foto: Rafael BardoSuperterno
    A Superterno é formada por Kadu Oliveira (voz e baixo), Lucas Ongaratto (bateria) e Bluzera (voz e guitarra). Eles se conhecem desde a infância e sempre tocaram juntos nas oportunidades que surgiam, principalmente em bares e festas particulares. Passaram a solidificar o formato atual da banda em meados de 2017, formando oficialmente a Superterno em 2018, na cidade de Feira de Santana (BA).
    A intenção do grupo sempre foi de mostrar e espalhar as mensagens explosivas, típicas do rock ‘n’ roll, influenciados por esse mesmo espírito libertador nas suas canções autorais. A inventividade contida nas canções de bandas como Beatles, Rolling Stones, Mutantes e Oasis estão no DNA do grupo, assim como a alegria desconcertante em contar histórias contidas em canções de Raul Seixas, Bob Dylan, Caetano, Gil e Jorge Ben.
    Ao longo da sua existência, a Superterno já participou de festivais no interior e na capital, sempre acreditando no poder transformador da música na vida das pessoas. O intuito original foi se transformando e amadurecendo e passaram a valorizar em crescente junto ao público as canções autorais dentro do repertório. 

FICHA TÉCNICA
SINGLE
Produção: Banana Atômica e André T
Composição: Bluzera
Banda: Bluzera (Voz e Guitarra), Kadu Oliveira (Voz e Baixo) e Lucas Ongaratto (Bateria)

CLIPE
Direção: T Brandão e Rafael Cerqueira
Produção: T Brandão, Rafael Cerqueira e Superterno
Imagens: T Brandão e Rafael Cerqueira
Edição: T Brandão e Rafael Cerqueira
Colorização: Rafael Cerqueira e Cristian Jonatan (Mestre Yoda)

Ouça Super Terno

Siga a Superterno no Instagram

AUTORIA: Release da Vagalume Press



VERANEIO MARCOU A RETOMADA DAS ATIVIDADES DO FEIRA COLETIVO CULTURAL

Com shows de André Prando, Isa Roth, Melly e Tofallini. O Evento será realizado no domingo (16/01), no espaço Seu Zé Lounge Bar.

Publicado em: 15/01/2022 - 02:01:05

    Após quase dois anos com as atividades presenciais suspensas por conta da pandemia, o Feira Coletivo Cultural, com apoio da produtora BANANA ATÔMICA, retoma seus trabalhos em grande estilo. No domingo (16), às 16 horas, em Seu Zé Lounge Bar, rolou o VERANEIO 2022.
    Esta edição promove o retorno do cantor e compositor André Prando à Feira de Santana, após seu ùltimo contato com o público local em 2017, em um dos show mais marcantes do Festival Feira Noise daquele ano.
    Além de Prando, a festa contará com o show da artista Isa Roth em sua primeira apresentação presencial após o lançamento, pelo selo Banana Atômica, do
EP MAIS (2021), altamente elogiado pela crítica especializada.
    Para completar a “line-up” da festa, o VERANEIO trará pela primeira vez a Feira de Santana, a soteropolitana Melly e a conquistense Tofallini, ambas com trabalhos de destaque no cenário musical baiano, e que você pode conferir nas principais plataformas de streamings.
    Estávamos ansiosos por esse retorno, mas não queríamos perder a dimensão do cuidado num momento que ainda é delicado. Por isso, só agora, resolvemos retomar as atividades com uma margem de segurança e responsabilidade”, afirmou Joilson Santos – produtor cultural e coordenador do Feira Coletivo.
    Os ingressos do VERANEIO estão à venda no Sympla e o primeiro lote conta com preço promocional (R$30,00). O evento vai seguir os protocolos de saúde indicados pelas autoridades sanitárias e será exigida a apresentação do comprovante de vacinação contra COVID-19.

SERVIÇO:
O quê: Veraneio
Quando: 16 de janeiro de 2022
Onde: Seu Zé Lounge Bar / Feira de Santana às 16 horas
Valor: ingressos à venda no Sympla
Realização: Feira Coletivo Cultural
Apoio: Banana Atômica

AUTORIA: Release da Ascom do Feira Coletivo - Elsimar Pondé



ENCRUZILHADA INTERGALÁTICA: FEIRA DE SANTANA É CENÁRIO DE INVASÃO ALIENÍGENA

Canção “Cordel da Caixa D’água” de Uyatã Rayra e Pedro Patrocínio ganha versão em formato de livreto ilustrado.

Publicado em: 20/12/2021 - 00:12:49

    Para quem ainda não teve a oportunidade de escutar a estória do ET que se perdeu em Feira de Santana e viu sua nave espacial ser transformada na Caixa D’água da cidade, ainda há salvação! A invasão alienígena narrada na canção “Cordel da Caixa D’água” (escute aqui) ganhará uma versão em formato de livrinho ilustrado.
     Para concepção da obra, Uyatã Rayra (autor) convidou o ilustrador Siddhartha Gautama para embarcar nesta missão “sideral” e juntos buscaram inspiração em xilogravuras, cartas de tarô, pinturas egípcias e revistas em quadrinhos. “Os traços tiveram influência direta do artista plástico feirense Juraci Dórea e do xilogravurista pernambucano Gilvan Samico”; conta Uyatã. Tais referências foram fundamentais para que o livreto fosse dotado de um aspecto semi-artesanal: tanto a impressão, quanto a textura das páginas conferem à publicação uma aparência rústica.
    Os desenhos guiam os leitores numa aventura surrealista, na qual Ovnis e Ciborgues se misturam com monumentos, gírias e personagens clássicos da Princesa do Sertão. “É a Fêra corrida no pique do futuro do pretérito imperfeito”, brinca Uyatã.
     Para explicar melhor os pormenores desta saga, Uyatã e Siddhartha realizaram no dia 18 de setembro (uma quinta-feira), às 19:30, uma live de lançamento do “Cordel da Caixa D’água” ilustrado. A atividade foi transmitida no Instagram, através dos perfis: @uyatarayra e @sidarta_setubal.
    "O projeto tem apoio financeiro da Prefeitura de Feira de Santana através da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer via Lei Aldir Blanc, direcionado pela Secretaria Especial de Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal."

AUTORIA: Release de divulgação do lançamento do livro.
Fotos




PROGRAMAÇÃO DO SESC CENTRO DE 09 A 12/12

Programação nos diversos espaços do Centro Cultural do SESC Centro em Feira de Santana, entre os dias 09a 12 de dezembro de 2021.

Publicado em: 08/12/2021 - 16:12:26

Sábado - 11/12 - 20h [14 anos +]
Espetáculo Dengo - Uma carta para o amor preto
A palavra dengo, de origem banta, é um pedido de aconchego no outro em meio ao duro cotidiano. Esse aconchego perpassa pelas diversas noções da palavra amor. Em seu novo solo, a AfroDrag Barbárie Bundi criada pelo multiartista Thiago Romero mergulha na construção afetividade negra, principalmente na afetividade LGBTQIAP+ preta.

- INGRESSOS: R$ 10 (inteira) | R$ 5 (Meia | Cartão Sesc)

Domingo - 12/12 - 18h [LIVRE]
Concerto Tenor Ronald Martins

- INGRESSOS: R$ 30 (inteira) | R$ 15 (meia) | R$ 24 (cartão Sesc)
EVENTOS OCORRIDOS ANTERIORENTE
Quinta - 09/12 - 20h [16 anos +]
    Espetáculo  Travessia de Teatro de Joel Carlos e Raphael Cardoso escrita a partir do cruzamento entre “A Gaivota” de Anton Tchecov, “Os Sertões” de Euclides da Cunha e “Grande Sertão: Veredas” de Guimarães Rosa, propõe, através da contracenação da Feiticeira Gaivota (Débora Almeida), Voz Mar e Surubim Xamã Jagunço (Joel Carlos) e o Rasgo da Voz (João Caetano), uma banda e projeções (Mailson Santana), discursos encruzilhadas, profusão de acontecimentos e novas aberturas no campo do sensível para ir além do que se vê.

- INGRESSOS: R$ 20 (inteira) | R$ 10 (meia) | R$ 18 (cartão Sesc)

Sexta – 10/12 – 18h30 [LIVRE]
O Melhor Happy hour da cidade no Café Teatro do Centro Cultural com @kareenmendes com muita MPB, samba e muito mais.Devemos ressaltar que Kareen Mendes, cantora, compositora, com vários projetos musicais em andamento, canta divinamente, com timbre de rara beleza, compões e participa da vida cultural da cidade de forma robusta, estará no Sesc mostrando a sua arte, nesta sexta-feira (10/12/2021).

Sábado - 11/12 - 09h às 18h [14 anos +]
Oficina Gratuita "AUTOFICIONALIZAR – O INÍCIO DO PROCESSO DE CONSTRUÇÃO DE UMA ESCRITA CRIATIVA"
- Noções básicas de Escrevivência, dramaturgia negra e autoficção; exercícios de escrita criativa: escrever a partir do objeto; jogo com vocabulário; leitura de obras de grupos teatrais; a experiência de escrever para coletivos teatrais.

- INGRESSOS: Gratuito | 15 vagas | Link para inscrição na Bio do Instagram @sescfeiraba

AUTORIA: Release da Ascom do SESC Centro - Feira
Fotos




Mais Notícias

    Dinheiro não traz felicidade? É com esse questionamento que a ba...

    Após quase dois anos com as atividades presenciais suspensas por conta ...

    Para quem ainda não teve a oportunidade de escutar a estória do ...

Sábado - 11/12 - 20h [14 anos +] Espetáculo Dengo - Uma carta para o amor preto ...

    A primeira edição do Circuito Moviafro 2021 ocorrerá no p...

     A edição 2021 da Mostra da Diversidade Cultural: Imagens d...

    Feira de Santana e região acaba de ganhar mais um reforço para a...

    No dia 05 de novembro de 2021, data em que se comemora o Dia Nacional da Cultu...

    Quem teve a chance de acompanhar os últimos trabalhos da cantora feiren...

    O Diversão em Cena, maior programa de formação de p&uacut...


Página de 36
| | | | |

 

Apoio Cultural:



Viva Feira

Higienizar
© 2022 - Todos os direitos reservados - www.vivafeira.com.br