Fechar Página

Silvana Carneiro

    Feirense, nascida e criada em sua cidade natal e aqui residente. Pedagoga pela UEFS - Universidade Estadual de Feira de Santana e Pós- graduanda em Gestão, coordenação e orientação educacional pelo Núcleo de Pós Graduação Gastão Guimarães. Silvana é professora de Educação Infantil em uma escola de ensino privado aqui de Feira, e também é proprietária e professora do Centro de Apoio Pedagógico Jean Piaget, espaço cuja função é desenvolver atividades escolares com as crianças e trabalhar as dificuldades de aprendizagem que elas possuem. Apresentou monografia sobre a contação de histórias, e por perceber que esse tipo de "atividade" tem perdido o espaço para as novas tecnologias, entende, como afirma em suas próprias palavras que “...existe a necessidade de um resgate, pois de acordo com estudos essas histórias auxiliam na formação dos sujeitos.”
    É com este objetivo que essa feirense de currículo profissional invejável vem colaborar e participar do Viva Feira, contando histórias, ou mesmo estórias como gostamos de afirmar aqui no site. 
    Quando retornarmos com o programa em áudio Prosa e Música esse será um tema que estaremos abordando sempre com o apoio de Silvana. Por enquanto vamos acompanhar o trabalho de Silvana em sua coluna, que passamos a publicar.




SENTA QUE LÁ VEM HISTÓRIA

O termo conto de fadas


Publicado em: 22/10/2016 - 17:10:07


Você sabe qual a origem da palavra contos de fadas? 

Segundo Farias e Rubio (2012), a palavra Contos de Fadas vem do termo Francês “Conte de Fée”, que logo se tornou “Fairy Tale” em inglês. Nascimento e Lopes (2013), citam que esses contos se caracterizam pela presença do elemento fada, cuja palavra vem do latim fatum, que quer dizer destino, fatalidade, oráculo. Com o passar dos anos tornaram-se conhecidas como seres fantásticos ou imaginários e de grande beleza, que se apresentavam sob forma de mulher e ajudavam os homens em difíceis situações através das suas virtudes e poderes considerados sobrenaturais. Porém, como dizem Farias e Rubio (2012), existem aquelas mulheres que podem encarnar o mal e apresentar-se ao avesso da beleza, essas seriam consideradas nos contos como as bruxas.

Entendeu por qual motivo o conto de fadas leva esse nome?

E você se identifica com as fadas ou com as bruxas?



Fonte: Silvana Carneiro







Página de 23




colunadehistoria@yahoo.com.br

New Page 1

 

© 2009-2016 Viva Feira - Todos os direitos reservados