menu
-Agenda Cultural
-Restaurantes
-Teatros
-Museus
-Comentários
-Fale conosco
-Política de Privacidade
-Utilidade Pública
-Links Feirense
-Artes Cênicas
-Artes Visuais
-Artesanato
-Bandas
-Literatura
-Músicos
ENTRETENIMENTO
-Cinema
-Arquivo de Eventos
-Festival Vozes da Terra
-Festival Gospel 2010
-Natal na Praça 2010
-Micareta 2011
-Últimos Eventos
-Radio Viva Feira
-TV Viva Feira
-Videos Viva Feira
COLUNISTAS
-Beto Souza
-Cezar Ubaldo
-Emanoel Freitas
-Fabiana Machado
-Luís Pimentel
-Maiara Angels
-Raymundo Luiz Lopes
-Sandra Campos
-Sandro Penelú
-Silvana Carneiro
 
 
 
SESC FEIRA RECEBE 2ª ETAPA DO PROJETO SONORA BRASIL COM O COCO DO IGUAPE (CE)

Promovido pelo Sesc, maior projeto nacional de circulação musical passará por 7 cidades do interior da Bahia com apresentações de grupos de cocos
Publicado em: 21/08/2017 - 10:08:11
Fonte: Sesc Feira de Santana


    Em agosto, o Sesc inicia mais uma edição do Sonora Brasil, considerado o maior projeto de circulação musical do país, com registro de mais de 520 mil espectadores desde a sua criação. No próximo dia 22, o Sesc Feira apresenta a 2ª etapa do projeto com o grupo cearense COCO DO IGUAPE, representantes do tema “Na Pisada dos Cocos”. A apresentação começará às 19h e conta com preços populares.
    O Sonora Brasil é um projeto temático e essencialmente acústico, realizado pelo Sesc há 20 anos, que tem como objetivo difundir expressões musicais identificadas com o desenvolvimento histórico da música no Brasil. O projeto, além de Paulo Afonso, também circulará pelas cidades de – Barreiras, Feira de Santana, Jequié, Salvador, Santo Antônio de Jesus e Vitória da Conquista. 
    O tema “NA PISADA DOS COCOS” apresenta variantes desta expressão lítero-cênico-musical típica da região do Nordeste trazendo dois grupos que praticam cocos do litoral e dois do interior. É uma prática coletiva que envolve, na maioria das vezes, grupos mistos, formados por homens e mulheres, que são encontrados em áreas urbanas e na zona rural, inclusive em aldeias indígenas e comunidades quilombolas, onde a dança e a música, integradas, estão presentes nos terreiros, nas festas populares e em ritos religiosos.
    O grupo que circula nessa primeira etapa - O Coco do Iguape, de ocorrência no litoral Cearense, tem como característica o andamento mais acelerado e uma dança mais “pulada”. A música mantém a estrutura de refrão fixo, apresentado pelo mestre e cantado pelos brincantes, e estrofes emboladas pelos mestres, algumas criadas no calor da brincadeira. A dança acontece em pares, um de cada vez no meio da roda, com trocas constantes marcadas pelo convite feito com o gesto da umbigada, e, apesar da prevalência de homens não há restrições à participação das mulheres. Os instrumentos utilizados pelo grupo são o caixão (espécie de Cajon), que é feito de madeira em forma de caixa e o ganzá, feito com latas reutilizadas, ambos fabricados pelos próprios integrantes. O triângulo, pouco encontrado em grupos de coco, foi inserido a partir de influências externas.
   
    Mais Informações: www.sescbahia.com.br
   
    SERVIÇO:
    2ª ETAPA SONORA BRASIL – NA PISADA DOS COCOS | COCO DO IGUAPE (CE)
    Data: 22 de agosto
    Horário: 19h
    Ingresso: R$10 (inteira) | R$5 (meia) e R$8,00 (comerciários e dependentes)
    Local: Sesc Feira (Rua Guaratatuba, 345 – Tomba)

    Informações à imprensa:
    Fabrício Freitas | ffreitas@sescbahia.com.br | (75) 3622 1077




Apoio Cultural:



Som Alto
New Page 1

 

© 2009-2016 Viva Feira - Todos os direitos reservados