Fechar Página

George Lima
George Lima nasceu em Feira de Santana (1967). Dedica-se às artes visuais desde a década de 1990. A sua trajetória artística é marcada pelo caráter experimental e pela investigação das várias possibilidades visuais contemporâneas. Recorre a diversas linguagens, entre as quais: pintura, desenho, escultura, instalação e fotografia. É integrante do grupo de pesquisa em Arte Contemporânea (Gema) e editor da revista Quanta. Ao longo de sua carreira, o artista participou de várias mostras coletivas. Foi selecionado para exposições individuais na galeria de arte Carlo Barbosa, em Feira de Santana, e no Museu Galeria de Arte Caetano Veloso, em Santo Amaro da Purificação, Bahia. Participou de diversos Salões Regionais e da Bienal do Recôncavo em São Felix, Bahia. Em 2010, com o grupo GEMA, ganhou o Premio Fundação Cultural do Estado da Bahia.

Na arte de George Lima o olhar supera a força da palavra e transforma a insignificância em cor, em tons inusitados, em espelhos mágicos. Minúcias e fragmentos transmudam-se em poesia, arte, deleite para os olhos e para o espírito.

George Lima cresceu no seio de uma família de artesãos; o avô era alfaiate; a mãe Dona Marinalda, costureira e o pai Seo Gerson Pedro, camelô. Desde menino observava labuta da família e se encantava com as “cobertas de taco” (patchwork) confeccionadas pela mãe, e inspirados pelas cores e desenhos dos retalhos de tecidos, criava balões coloridos de papel seda no período das festas juninas, numa época em que ainda se podia soltar balões.
 
A confecção caseira transformou-se em pequena empresa nos anos 80; o trabalho com a família incentivou ainda mais a criatividade do jovem que se preparava para ingressar na Universidade. Cursou alguns semestres de Engenharia Civil e Economia, mas descobriu que naquele momento não era o caminho que queria trilhar. Trancou a faculdade e dedicou-se com afinco às artes visuais; hoje é graduado em Letras Vernáculas na UEFS – Universidade Estadual de Feira de Santana.
 
PARTICIAÇÃO EM EXPOSIÇÕES:
 
Exposição coletiva “Pontos Cardeais”, Museu de Arte Contemporânea de Feira de Santana, 2011, Feira de Santana, Bahia;
 
Exposição individual “Lugar de Coexistência”, Galeria de Arte Carlo Barbosa, escolhido por Edital de Seleção, Centro Universitário de Cultura e Arte (CUCA), 2010, Feira de Santana, Bahia;
 
Exposição individual “Lugar de Coexistência”, Galeria de Arte Caetano Veloso, escolhido por Edital de Seleção, Centro Universitário de Cultura e Arte (CUCA), 2010, Santo Amaro, Bahia;
 
Participou de varias mostras coletivas. 2010 – Salão Regional de Artes visuais da Bahia, Feira de Santana, Bahia;
 
Coletivo (Grupo GEMA); 2010 – Salão Regional de Artes Visuais da Bahia, Vitória da Conquista, Bahia; 2009;
 
Salão Regional de Artes visuais da Bahia - Juazeiro, Bahia; 2008;
 
Salão Regional de Artes visuais da Bahia - Itabuna, Bahia; 2008;
 
IX Bienal do Recôncavo – São Felix, Bahia; 2007;
 
Salão Regional de Artes visuais da Bahia, Feira de Santana, Bahia; artista convidado.
 
 
 






Página de 1





New Page 1

 

© 2009-2016 Viva Feira - Todos os direitos reservados