menu
-Agenda Cultural
-Restaurantes
-Teatros
-Museus
-Comentários
-Fale conosco
-Política de Privacidade
-Utilidade Pública
-Links Feirense
-Artes Cênicas
-Artes Visuais
-Artesanato
-Bandas
-Literatura
-Músicos
ENTRETENIMENTO
-Cinema
-Arquivo de Eventos
-Festival Vozes da Terra
-Festival Gospel 2010
-Natal na Praça 2010
-Micareta 2011
-Últimos Eventos
-Radio Viva Feira
-TV Viva Feira
-Videos Viva Feira
COLUNISTAS
-Beto Souza
-Cezar Ubaldo
-Emanoel Freitas
-Fabiana Machado
-Luís Pimentel
-Maiara Santos
-Raymundo Luiz Lopes
-Sandra Campos
-Sandro Penelú
-Silvana Carneiro
 
 
 
UEFS PARTICIPA DE PESQUISA SOBRE O ÓLEO EM PRAIAS DA BAHIA


Publicado em: 12/10/2019 - 02:10:44
Fonte: Release da Ascom UEFS


    O professor doutor Marcos Melo, docente do curso de Química do Departamento de Ciências Exatas da Universidade Estadual de Feira de Santana (DEXA/UEFS) participou de uma coleta de óleo nas praias de Sítio e Poças na cidade baiana de Conde. A ação aconteceu na terça-feira (8), fruto de uma parceria do Laboratório de Excelência em Petróleo da Universidade Federal da Bahia (LEPETRO/UFBA) e o Laboratório de Geoquímica e Catálise Ambiental da Uefs, com o objetivo de colher amostras do óleo e compará-las com um banco de dados de todo o mundo, para buscar a origem do material.
    As manchas de óleo têm afetado todo o litoral nordestino, na Bahia já atingem as cidades de Conde, Jandaíra, Esplanada e Entre Rios. O material derivado do petróleo representa risco de contaminação para fauna e flora marinha. Durante a coleta, os pesquisadores encontraram uma tartaruga morta na praia, atingida pelo óleo. Os pesquisadores esperam que após encontrarem origem, possam tomar Professor Marcos Meloas providências cabíveis para reverter os danos. Segundo o professor Marcos Melo, “a fauna
e a flora marinha são muito sensíveis às substâncias do petróleo”.
    Na manhã desta quinta-feira a equipe de pesquisadores divulgou que não é possível descartar a possibilidade do material ser combustível de navio. Através dos resultados das análises dos biomarcadores observou-se uma relação do óleo coletado nos litorais sergipano e baiano, com um dos tipos de petróleo que é produzido na Venezuela. Contudo, ainda não se sabe a origem do descarte do material no ambiente marinho.



Apoio Cultural:



Semana do Emprendendorismo

Higienizar

Viva Feira
New Page 1

 

© 2009-2016 Viva Feira - Todos os direitos reservados