menu
-Agenda Cultural
-Restaurantes
-Teatros
-Museus
-Comentários
-Fale conosco
-Política de Privacidade
-Utilidade Pública
-Links Feirense
-Artes Cênicas
-Artes Visuais
-Artesanato
-Bandas
-Literatura
-Músicos
ENTRETENIMENTO
-Cinema
-Arquivo de Eventos
-Festival Vozes da Terra
-Festival Gospel 2010
-Natal na Praça 2010
-Micareta 2011
-Últimos Eventos
-Radio Viva Feira
-TV Viva Feira
-Videos Viva Feira
COLUNISTAS
-Beto Souza
-Cezar Ubaldo
-Emanoel Freitas
-Fabiana Machado
-Luís Pimentel
-Maiara Angels
-Raymundo Luiz Lopes
-Sandra Campos
-Sandro Penelú
-Silvana Carneiro
 
 
 
FEIRA DO SEMIÁRIDO DA UEFS INTEGRA EVENTOS SOBRE POLÍTICAS PÚBLICAS


Publicado em: 11/04/2018 - 15:04:26
Fonte: Assessoria de Comunicação Social da Uefs


    O 2º Seminário (RE)pensar Feira, o 2º Congresso Internacional de Economia Popular e Solidária e Desenvolvimento Local (Cieps), organizado pela Incubadora de Economia Popular e Solidária da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs); a 3ª Semana de Agronomia (Semagro), que tem como tema “O profissional Agrônomo: o desafio de saciar nossas expectativas e a sede do semiárido”, organizado pelo Diretório Acadêmico do Curso de Agronomia da Uefs; e o Encontro Interterritorial de Redes de Comercialização de Produtos do Semiárido.
    Todos esses eventos serão realizados simultaneamente durante a 11ª Feira do Semiárido, que tem como eixo temático “Políticas públicas e desenvolvimento territorial: temos sede de quê?”, programada para o período de 23 a 25 de maio, no campus da Uefs.
    O 2º Seminário (RE)pensar Feira tem como objetivo refinar a escuta para aprofundar o diálogo com a cidade e seus problemas, criando um ambiente de articulação que lhe oportunize, com o aprendizado de mais de 40 anos e contribuir com maior qualidade para o enfrentamento dos desafios do sertão baiano.  Assim a Uefs pretende organizar a relação entre os saberes produzidos no campus e os muitos outros centros de saberes que coexistem na urbe, através da  construção de um Observatório da Cidade.
    Empreendedorismo é a palavra de ordem do 2º Cieps que tem como foco um questionamento nos destinos das práticas da Economia Popular e Solidária. Uma característica do evento é o esforço para permitir e fomentar o diálogo entre o saber científico e popular. Neste sentido, nos três grupos de trabalho que constituem o eixo do evento serão apresentados, em pé de igualdade, tanto relatos de experiências trazidos por grupos de trabalhadores e trabalhadoras ou por entidades de fomento e apoio às iniciativas da economia popular e solidária, quanto resultados.
    A 3ª Semana de Agronomia (Semagro) - O profissional Agrônomo: o desafio de saciar nossas expectativas e a sede do semiárido, evento organizado pelo Diretório Acadêmico do Curso de Agronomia da Uefs, tem como principal objetivo proporcionar um espaço de discussão para a formação do profissional agrônomo. Atualmente, as discussões acerca do curso de Agronomia giram em torno da possível mudança, não apenas do currículo, mas também do projeto pedagógico.
    O Encontro Interterritorial de Redes de Comercialização de produtos do Semiárido, proposto e organizado pelo Movimento de Organização Comunitária (MOC) e União Estadual das Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária (UNICAFES-BA), integra-se à programação da Feira do Semiárido com o objetivo de discutir e contextualizar o desafio de promover a ampliação do acesso aos mercados institucionais e convencionais para os produtores do semiárido, em uma realidade econômica de recessão e de políticas públicas em crise de financiamento.
    Propõe-se a discussão de temas como inovação, tendências e identificação de oportunidades de mercado, estímulo aos produtores, gestão, governança corporativa, recursos disponíveis (humanos, financeiros, estruturais), práticas de produção e comercialização, escala, regularidade, estrutura de custos na produção dos alimentos, e, por fim, a capacidade de organizar e monitorar continuamente a base produtiva que garanta concretamente os valores agregados ao produto.   
    O público alvo da Feira do Semiárido são agricultores familiares; integrantes de Associações Comunitárias; Movimentos Sociais que discutem e estudam alternativas de convivência com o semiárido; Cooperativas, Associações e iniciativas da economia popular e solidária; incubadoras de iniciativas de economia popular e solidária; Organizações Não-Governamentais – ONGs; professores das Instituições de Ensino Superior da Bahia e da Educação Básica das Redes Pública e Privada; pesquisadores, extensionistas, técnicos, estudantes e gestores públicos interessados nos temas em discussão no evento.



Apoio Cultural:



Arraia do MAP
New Page 1

 

© 2009-2016 Viva Feira - Todos os direitos reservados