menu
-Agenda Cultural
-Restaurantes
-Teatros
-Museus
-Comentários
-Fale conosco
-Política de Privacidade
-Utilidade Pública
-Links Feirense
-Artes Cênicas
-Artes Visuais
-Artesanato
-Bandas
-Literatura
-Músicos
ENTRETENIMENTO
-Cinema
-Arquivo de Eventos
-Festival Vozes da Terra
-Festival Gospel 2010
-Natal na Praça 2010
-Micareta 2011
-Últimos Eventos
-Radio Viva Feira
-TV Viva Feira
-Videos Viva Feira
COLUNISTAS
-Beto Souza
-Cezar Ubaldo
-Emanoel Freitas
-Fabiana Machado
-Luís Pimentel
-Maiara Angels
-Raymundo Luiz Lopes
-Sandra Campos
-Sandro Penelú
-Silvana Carneiro
 
 
 
LGBTIQ+RESISTINDO E TRANSFORMANDO A VIDA – 29.11.2017


Publicado em: 28/11/2017 - 16:11:25
Fonte: Museu de Arte Contemporânea


Secretaria de Desenvolvimento Social e Secretaria (SEDESO) de Prevenção a Violência e promoção dos Direitos Humanos (SEPREV) em Parceria com o Coletivo Quitérias de dissidência sexual e gênero, Grupo LGBTIQ da Sociedade Civil Promovem evento sobre e contra a LGBTfobia e o Racismo.
Nomeado com o tema de COISA DE PRETO! LGBTIQ + RESISTINDO E TRANSFORMANDO A VIDA, é um evento cujo objetivo é discutir sobre problemas atuais que perpassam a comunidade Negra LGBIQ, dar visibilidade a artistas da comunidade e buscar formas de combater o Racismo que se intensifica contra os Cidadãos e Cidadãs Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transexuais, Intersexuais e Queer’s. Evento Será realizado no Museu de Arte Contemporânea e pretende reunir pelo menos 70 pessoas em uma roda de conversa sobre o problema, mas aqueles que tiverem interesse podem visitar o MAC desde as 15 horas, quando acontecerão uma serie de atividades entre mostras Audivisuais de fotos e vídeos e oficinas diversas.
É de conhecimento de todos que o racismo é um dos preconceitos que assolam nossa sociedade e que violenta e mata milhares de pessoas, somando a ele o machismo e a LGBTfobia, findam por atingir de forma muito mais dolorosa as pessoas LGBTTQI+ que a medida que são mais retintas e transgressoras das “normas” de gênero são vítimas desses preconceitos que sozinhos já são hediondos e somados são indescritivelmente desumanos.
Por isso no dia 29 de novembro, refletindo sobre o mês da consciência negra, convidamos as pessoas a pensarem sobre como é ser negro LGBTQI + na Princesa do Sertão, um corpo marginalizado que resiste e persiste numa luta cotidiana para conseguir sobreviver.
Dessa forma o espaço cultural contará em sua programação a partir das 16 horas, com oficinas de Maquiagem DRAG, de teatro e produção de cartazes. E por volta das 18h inicia-se uma Roda de Conversa intitulada “A cor. Um diálogo de raça, gênero, lugar e sexualidade”, com pessoas que são LGBTIQ + que sentem na pele essa discriminação, e ao mesmo tempo na discussão será mediada por uma Professora Doutora da UFRB mulher Trans e Negra que venceu os percalços de ser um dos seres mais desprezados socialmente e está a todo momento TRANSformando. Depois da Roda de conversa haverão apresentações artísticas com shows de Drags, cantores e recital de poesias.
Segue a programação:

Programação:
15:00: Exposições audiovisuais interativas;
A partir das 15 horas as pessoas interessadas poderão visitar o MAC e assistir vídeos e fotos relacionadas aos temas.
Também serão montadas algumas dinâmicas interativas nas quais os visitantes poderão deixar suas reflexões, questões e pensamentos sobre o tema, sobre o que viram nas exposições ou um pensamento livre;

16:30 Oficinas;                                                                                                                                Serão 3 oficinas:
Maquiagem Drag: Nessa o facilitador vai ensinar como se maquiar para se transformar em um personagem Drag-queen, ou Drag-Monster;
Teatro: o facilitador vai ensinar técnicas teatrais de relaxamento e expressão corporal, projeção de voz entre outros;
Elaboração cartazes: O mediador vai expor técnicas de como elaborar bons cartazes. A principal ideia é utilizar a produção dessa oficina na Parada do orgulho e outros eventos de rua como forma de chamar atenção para o combate à LGBTfobia;

18:00 Abertura*
Início oficial do evento discursivo com participação da sociedade civil e governo para explicar a proposta do evento de sua metodologia e dá as boas vindas aos participantes
18:30 Roda de conversa: A cor. Um diálogo de raça, gênero, lugar e sexualidade.
Uma roda de conversa mediada por uma pessoas com acumulo reconhecido no assunto do evento, na roda de conversa serão analisados tantos os vídeos e fotos da exposição como o relato pessoal dos participantes, unindo as questões teóricas, praticas e ao mesmo tempo vislumbrar as resolutividades aplicáveis e possíveis.

20:00 Apresentação cultural
Apresentação multiculturais
Coletivo Molotov
Poesias
Apresentações teatrais
Momentos livres para as pessoas que quiserem demonstrar alguma expressão cultural.



Apoio Cultural:


New Page 1

 

© 2009-2016 Viva Feira - Todos os direitos reservados