menu
-Agenda Cultural
-Restaurantes
-Teatros
-Museus
-Comentários
-Fale conosco
-Política de Privacidade
-Utilidade Pública
-Links Feirense
-Artes Cênicas
-Artes Visuais
-Artesanato
-Bandas
-Literatura
-Músicos
ENTRETENIMENTO
-Cinema
-Arquivo de Eventos
-Festival Vozes da Terra
-Festival Gospel 2010
-Natal na Praça 2010
-Micareta 2011
-Últimos Eventos
-Radio Viva Feira
-TV Viva Feira
-Videos Viva Feira
COLUNISTAS
-Beto Souza
-Cezar Ubaldo
-Emanoel Freitas
-Fabiana Machado
-Luís Pimentel
-Maiara Angels
-Raymundo Luiz Lopes
-Sandra Campos
-Sandro Penelú
-Silvana Carneiro
 
 
 
CINCO NOVOS TÍTULOS SERÃO LANÇADOS PELA UEFS EDITORA


Publicado em: 02/05/2017 - 10:05:55
Fonte: Assessoria de Comunicação Social da Uefs


    A Uefs Editora programou para o dia 4 de maio (quinta-feira), o lançamento de cinco novos títulos. O evento será realizado no Hall do prédio da Reitoria, a partir das 16h. Criada em 2002 pelo Conselho Administrativo da Universidade Estadual de Feira de Santana, a Uefs editora trabalha com o objetivo de disseminar o conhecimento produzido pela instituição, mantendo convênios de coedição com entidades culturais, outras editoras universitárias e editoras comerciais de circulação nacional.
    Confira abaixo a sinopse dos livros que serão lançados:
​    1- “História ambiental e história indígena no semiárido brasileiro”
    Edson Hely Silva, Carlos Alberto Batista Santos, Edivania Granja da Silva Oliveira e Eraldo Medeiros Costa Neto (Organizadores)
    Coletânea de estudos que tematizam a estreita relação entre os seres humanos e a Natureza. Daí a interação de múltiplos aspectos da História Ambiental e da História Indígena, como, por exemplo, os que levaram os Xukuru — grupo indígena brasileiro que habita a Serra do Ororubá, no município pernambucano de Pesqueira —, em 2013, a ter tomado a decisão política de desenvolver em suas terras apenas cultivos agroecológicos e plantios orgânicos, primando pela produção de uma agricultura familiar a partir de práticas tradicionais.
    2- “Remanso: uma comunidade mágico-religiosa: o fantástico apoiado em uma mundividência afrodescendente — aspectos das ambiências sociais, geográficas e históricas”
    Ronaldo de Salles Senna e Itamar Pereira de Aguiar.
    Para conhecer a comunidade do Remanso, na região baiana da Chapada Diamantina Meridional, os autores estabeleceram íntima ligação entre suas vivências da realidade pesquisada, exaustivas indagações no trabalho de campo e acurados estudos de fontes escritas e orais. A riqueza do material que apresentam e analisam neste livro, em linguagem clara e acessível, o que o torna de leitura prazerosa, está relacionada com acontecimentos e criaturas em narrativas que desvendam mitos, magias e costumes africanos e indígenas da comunidade cuja existência remonta à segunda metade do século XIX.
    3- A urbanização e os aglomerados subnormais de Feira de Santana - René Becker Almeida Carmo.
    Livro cujo texto original é a tese de doutorado defendida em 2009 na PUC de São Paulo. Para abordar o tema, o autor estuda primeiro a importância da cidade no processo histórico mundial da urbanização, de seus primórdios até a contemporaneidade. Em seguida, focaliza a urbanização brasileira, desde suas características no período colonial até a situação atual nas cinco regiões geográficas. Mostra depois a origem e evolução do município de Feira de Santana para então descrever e aprofundar a análise de sua realidade urbanística.
    4- “Morcegos uma abordagem biológica,mitológica e etnozoológica”
    Maria da Conceição Borges Gomes e Eraldo Medeiros Costa Neto.
    Muita gente ainda ignora que os morcegos são benéficos aos diversos ecossistemas. Apenas três das 1.300 espécies existentes no mundo se alimentam de sangue. Isso, porém, não contribui para preservá-los, ainda que eles sejam protegidos pela lei de Crimes Ambientais, porque vítimas da visão preconceituosa das pessoas, que os consideram perigosos e por isso os eliminam. No século XV, os morcegos eram chamados por alguns cristãos de “aves do diabo”, e estavam associados a práticas de feitiçaria, pois, como se acreditava, graças a seu sangue as vassouras das bruxas adquiriam o poder de voar. Ao longo do tempo, e até hoje, persistiram muitas desinformações sobre esses animais.
    5- “Desenho Ensino & pesquisa - Coleção Desenho, Cultura  e Interatividade volume 03”
    Gláucia Maria Costa Trinchão​
    Aspectos teórico e práticos vivenciais do desenho, relacionados à história de seu ensino e aos campos das artes visuais em geral, da literatura, das engenharias, da arquitetura, da matemática e outras formações acadêmicas são estudados neste terceiro volume da coleção Desenho, Cultura e Interatividade. Um desses aspectos refere-se à importância da geometria para se aprender desenho e vice-versa.



Apoio Cultural:



Rua Vida
New Page 1

 

© 2009-2016 Viva Feira - Todos os direitos reservados