menu
-Agenda Cultural
-Restaurantes
-Teatros
-Museus
-Comentários
-Fale conosco
-Política de Privacidade
-Utilidade Pública
-Links Feirense
-Artes Cênicas
-Artes Visuais
-Artesanato
-Bandas
-Literatura
-Músicos
ENTRETENIMENTO
-Cinema
-Arquivo de Eventos
-Festival Vozes da Terra
-Festival Gospel 2010
-Natal na Praça 2010
-Micareta 2011
-Últimos Eventos
-Radio Viva Feira
-TV Viva Feira
-Videos Viva Feira
COLUNISTAS
-Beto Souza
-Cezar Ubaldo
-Emanoel Freitas
-Fabiana Machado
-Luís Pimentel
-Maiara Angels
-Raymundo Luiz Lopes
-Sandra Campos
-Sandro Penelú
-Silvana Carneiro
 
 
 
PESQUISA DO NIEPFON SOBRE LUZES FORENSES GANHA DESTAQUE MUNDIAL


Publicado em: 10/04/2017 - 15:04:17
Fonte: Release de MKT Grupo Nobre


    A imprensa de países como Emirados Árabes e mais 15 da Associação Latino Americana deram destaque a pesquisas que estão em desenvolvimento na UNEF – Unidade de Ensino Superior de Feira de Santana. O trabalho sobre Luzes Forenses é assinado por professores e alunos que compõem o Núcleo Interdisciplinar de Estudos e Pesquisas em Ciências Forenses do Grupo Nobre (Niepfon).
    A equipe é coordenada pelo professor Jeidson Marques, com a participação direta dos professores Rodney Guimarães, Maria das Neves, Alana Azevedo e com o apoio de estudantes dos cursos de Odontologia e de Engenharia da mesma instituição. De acordo com o coordenador, esses são alunos qualificados para ajudar na execução do trabalho, mesmo estando no segundo semestre do curso.
    A tecnologia empregada pela equipe na área da perícia de mordidas com luzes forenses foi um dos principais motivos da repercussão internacional, onde peritos podem fazer o registro de lesões que estão ocultas ao olho nu, tudo de forma rápida e imediata na tela do computador. “Montamos equipamentos capazes de fazer uma leitura de uma mordida, uma lesão subcutânea, a partir da luz infravermelha e ultravioleta”, concluiu Dr. Jeidson.
    Esse é um dos trabalhos realizados pelo Niepfon. Para a professora Maria das Neves, tudo faz parte de um trabalho árduo, mas feito com muita dedicação. “Para um pesquisador, uma publicação já nos deixa muito realizados” comentou.
    “Tudo isso mostra que a gente tá no caminho certo, porque são raríssimos os centros de estudos no mundo com esse tipo de pesquisas sobre comprimento de ondas e a gente já conseguiu ver que nosso trabalho vai agregar novidades na literatura mundial”, comemorou Dr. Jeidson, também coordenador do curso de Odontologia da UNEF.



Apoio Cultural:



Rua Vida
New Page 1

 

© 2009-2016 Viva Feira - Todos os direitos reservados