menu
-Agenda Cultural
-Restaurantes
-Teatros
-Museus
-Comentários
-Fale conosco
-Política de Privacidade
-Utilidade Pública
-Links Feirense
-Artes Cênicas
-Artes Visuais
-Artesanato
-Bandas
-Literatura
-Músicos
ENTRETENIMENTO
-Cinema
-Arquivo de Eventos
-Festival Vozes da Terra
-Festival Gospel 2010
-Natal na Praça 2010
-Micareta 2011
-Últimos Eventos
-Radio Viva Feira
-TV Viva Feira
-Videos Viva Feira
COLUNISTAS
-Beto Souza
-Cezar Ubaldo
-Emanoel Freitas
-Fabiana Machado
-Luís Pimentel
-Maiara Angels
-Raymundo Luiz Lopes
-Sandra Campos
-Sandro Penelú
-Silvana Carneiro
 
 
 
A ARTE DE UM RETRATISTA

Como não deixar escapar nada ou um cachorro em busca de conhecimento
Publicado em: 13/08/2014 - 11:08:54
Fonte: Beto Souza


    Beto Souza, conhecido e reconhecido como um dos fotógrafos mais dinâmico de nossa comunidade, pois se faz presente na maioria do eventos culturais da cidade, prefere denominar-se como RETRATISTA ao invés de fotógrafo. Diante da preferência expressa do artista, não tem cabimento querer contrariá-lo, até porque não consideramos esta atitude sábia ou na pior das hipóteses recomendável. Beto contrariado fica muito zangado.
    Enfim, fazendo a cobertura do 9º Simpósio Brasileiro de Captação e Manejo de Água de Chuva realizado na Uefs, para a Tv Olhos D´água, não resistiu a presença acidental de um cão, naturalmente sem dono, que resolveu adentrar a sala de conferência do Simpósio, e registrou a tentativa do canino em tentar a acesso ao palco onde se encontravam os palestrantes, naturalmente para ter uma visão melhor do evento.
    Da velha máxima de que "o cachorro entra na igreja porque encontra a porta aberta", restou provado por Beto Souza, cientificamente, com seu registro fotográfico. Por outro lado, nenhum dos presentes ao Simpósio quis crer que a presença canina se dava por uma curiosidade cultural ou intelectual, tanto que expulsaram o canídeo do ambiente, fato também registrado pela câmara infalível de Beto.
    Uma cidade que sempre foi um paraíso para os cães, que sempre viveram soltou nas ruas, assustando as pessoas e correndo atrás de carros, motos, bicicletas e qualquer outra coisa que se movimente, está tendo um momento de extrema dificuldade com o atual abandono dos animais a própria sorte, em virtude das mudanças para condomínios e apartamentos dos novos programas habitacionais. É imperativo que haja por parte das autoridades municipais uma atitude com vistas a resolver o problema. Para não precisar montar uma estrutura exclusiva para este fim, pois trata-se um problema transitório, por isso mesmo, deve tentar a solução através das instituições locais de proteção aos animais, como Abpa Portal do Sertão e APA, antes que se agrave e se torne um problema de consequências sérias de saúde pública.
    Enquanto uma atitude de proteção e defesa dos animais abandonados e soltos pela cidade, não é tomada, Beto, não perdoará e registrará tudo que for possível com sua câmara infalível.



Apoio Cultural:



Rua Vida
New Page 1

 

© 2009-2016 Viva Feira - Todos os direitos reservados