menu
-Agenda Cultural
-Restaurantes
-Teatros
-Museus
-Comentários
-Fale conosco
-Política de Privacidade
-Utilidade Pública
-Links Feirense
-Artes Cênicas
-Artes Visuais
-Artesanato
-Bandas
-Literatura
-Músicos
ENTRETENIMENTO
-Cinema
-Arquivo de Eventos
-Festival Vozes da Terra
-Festival Gospel 2010
-Natal na Praça 2010
-Micareta 2011
-Últimos Eventos
-Radio Viva Feira
-TV Viva Feira
-Videos Viva Feira
COLUNISTAS
-Beto Souza
-Cezar Ubaldo
-Emanoel Freitas
-Fabiana Machado
-Luís Pimentel
-Maiara Angels
-Raymundo Luiz Lopes
-Sandra Campos
-Sandro Penelú
-Silvana Carneiro
 
 
 
SEMANA NACIONAL DO LIVRO E DA BIBLIOTECA DESTACA A IMPORTÂNCIA DO HÁBITO DA LEITURA


Publicado em: 19/10/2017 - 12:10:43

    O Sistema Integrado de Bibliotecas da Universidade Estadual de Feira de Santana-BA (SISBI Uefs), através da Biblioteca Central Julieta Carteado (BCJC), promoverá a Semana Nacional do Livro e da Biblioteca (SNLB). O evento tem o objetivo de divulgar a importância do livro e da biblioteca, incentivar a leitura e estreitar os laços entre biblioteca e usuário.
    Durante a Semana, que ocorrerá no período de 23 a 27 de outubro, estão programados lançamento de livros, campanhas de incentivo à leitura, apresentações artísticas, palestras, premiações de usuários, mostra de cinema, disponibilização de curso, exposições e visita de escolas. As atividades são voltadas tanto para a comunidade universitária quanto para a comunidade externa.

AUTORIA: Assessoria de Comunicação Social da Uefs



FEIRA COLETIVO DIVULGA ATRAÇÕES DA 7ª EDIÇÃO DO FEIRA NOISE

Selvagens à Procura de Lei, Maglore e Mombojó estão entre os nomes confirmados

Publicado em: 11/10/2017 - 11:10:12

    Com um line-up mais sólido e plural a cada ano, a 7ª edição do Feira Noise Festival contará com shows de bandas já consolidadas no cenário musical, como Dead Fish, Maglore e Selvagens à Procura de Lei e grupos mais novos que tem se destacado em todo o pai, como The Baggios, Ventre e Deb and The Mentals.
    Entre os nomes baianos, temos atrações também estabelecidas no contexto nacional (Maglore, Canto dos Malditos na Terra do Nunca e Pedro Pondé), bandas independentes veteranas (Novelta e Clube de Patifes) e novas apostas locais (Iorigun, Sofie Jell e Tripulação 14).
    Promovido pelo Feira Coletivo Cultural, o Feira Noise é um dos mais importantes festivais de artes integradas da região Nordeste. Na mesa de abertura estará presente o colunista da Mídia Ninja, Cláudio Prado, que estará em Feira de Santana pela primeira vez.
    Confira a programação completa:
   
    Sideshow Feira Noise - Cúpula do Som – 04/11
    Grupo Porco Grindcore Interpretativo (MG)
    A Valsa Adormecida de Xangri-la (BA)
    Vulzuria (BA)
   
    Mesa de abertura - Teatro Amélio Amorim – 23/11
    Palestra: Delírios Utópicos de Cláudio Prado
    Show: Trilha Sonora pra Criar Cabras
   
    Arena Amélio Amorim - Sexta-feira - 24/11
    Abertura dos portões – 18 horas - TENDA BLACK
    Tripulação 14 (BA)
    Santini e Trio (BA)
    Sinta a     Liga Crew (PB)
    Selvagens à Procura de Lei (CE)
    The Baggios (SE)
    Africania (BA)
    Larissa Luz (BA)
   
    Arena Amélio Amorim - Sábado - 25/11
    Abertura dos portões – 14 horas - TENDA BLACK
    Sofie Jell (BA)
    Ronco (BA)
    Barro (PE)
    Iorigun (BA)
    Ventre (RJ)
    Mombojó (PE)
    Mad Monkees (CE)
    Belzeblues (BA)
    Novelta (BA)
    Maglore (BA)
    Dead Fish (ES)
   
    Arena Amélio Amorim - Domingo - 26/11
    Abertura dos portões – 13 horas - TENDA BLACK
    Kareen Mendes (BA)
    Opanijé (BA)
    Deb and The Mentals (SP)
    Canto dos Malditos na Terra do Nunca (BA)
    Clube de Patifes (BA)
    André Prando (ES)
    Achiles (BA)
    Roça Sound (BA)
    Dingo Bells (RS)
    Pedro Pondé (BA)

AUTORIA: Elsimar Pondé



ARTE E CIÊNCIA: PARQUE DO SABER RECEBE EXPOSIÇÃO DO DEPARTAMENTO DE FÍSICA DA UEFS


Publicado em: 03/10/2017 - 09:10:39

    As capas dos 22 cadernos do Departamento de Física da Universidade Estadual de feira de Santana estão expostas no Salão de Exposições do Museu Parque do Saber até o dia 15 de outubro. Todos os cadernos, desde 1996, que possuem projeção nacional e reúnem pesquisas realizadas no âmbito da física, trazem, em suas capas, obras de artistas plásticos renomados, a exemplo de Hansen Bahia, João Barcelos e Juraci Dórea.
    As obras expostas são um convite à Semana de Física da UEFS, que será realizada nos dias 4, 5 e 6 de outubro em Feira de Santana. Nesta edição do evento tem uma novidade: o Parque do Saber também fará parte da programação. “É uma grande oportunidade de apresentar nosso trabalho enquanto espaço não formal de difusão de conhecimento. Vamos fazer uma viagem pelo universo, pontuando e explicando fisicamente alguns fenômenos”, disse o chefe de Difusão Científica da Fundação Egberto Costa e também diretor do museu Parque do Saber, Basílio Fernandez.
    Com o tema “A física na princesa do sertão: passado, presente e futuro” a Semana de Física divulga o trabalho realizado pelo departamento de física da Uefs e promove discussões sobre diversos assuntos no âmbito da física com  pesquisadores e especialistas de várias instituições de ensino brasileiras. “Há 20 anos nós realizamos esse trabalho para falar das pesquisas, discutir e mostrar também para a comunidade os conceitos da física. Muito foi feito até aqui mas também é hora de discutir o que ainda pode ser realizado para tornarmos cada vez mais relevante a física da UEFS”, disse o coordenador da Semana de Física, Antônio Neto.
    Para se inscrever e conferir a programação completa da XX Semana de Física acesse: http://dfis.uefs.br/sf/sfisica2017/


AUTORIA: ASCOM FUNTITEC



MATITA PERÊ APRESENTA SHOW DO DISCO REINO DOS ENCOURADOS NA FEIRA DO LIVRO


Publicado em: 27/09/2017 - 10:09:14

    O grupo baiano Matita Perê, formado pelos músicos e compositores Borega, Rafael Galeffi e Luciano Aguiar, traz o universo do disco Reino dos Encourados, lançado em março deste ano, para a 10ª Feira do Livro, na Praça do Fórum, domingo, dia 1º de outubro, às 14 horas. O show carrega o repertório do CD, com músicas autorais e arranjos para composições do artista feirense de alma Giberval Melo (1939-2006), além de clássicos da música brasileira.
    Pai de Borega, Giberval assina cinco faixas do álbum, que o homenageia e também a Princesinha do Sertão. São canções que demonstram seu olhar especial para as temáticas do vaqueiro e da existência humana diante da aridez do sertão. Elas dialogam, no repertório, com músicas dos matitas, a exemplo de Baião Bachiado, premiada como Melhor Música Instrumental do Festival da Educadora FM 2016.
    Intitulado Matita Perê no Reino dos Encourados, o show conta com a participação da cantora Carol Pereyr em Licor de Jenipapo (Luciano Aguiar), fazendo um duo com Rafael Galeffi. Vale lembrar que a intérprete é filha do premiado poeta Roberval Pereyr, parceiro de Borega em Decisão, que também consta do repertório.
    Para a apresentação, o Matita Perê contará com dois músicos de primeira linha, o sueco percussionista Sebastian Notini e o acordeonista feirense Rogério Ferrer, que também participaram da gravação do CD. O público vai apreciar ainda arranjos especiais para clássicos nordestinos de Luiz Gonzaga, Dominguinhos, Gilberto Gil e Alceu Valença e até uma canção surpresa, jobiniana, que ganhou sotaque de xote. 
    O disco Reino dos Encourados foi patrocinado pelo jornal Tribuna Feirense, uma iniciativa do seu presidente, o médico e cronista César Oliveira. A obra é uma reverência aos ritmos de grande apreço ao nordestino e também a Feira de Santana, antigamente conhecida como Santana dos Olhos d’Água, por conta das lagoas que abasteciam tropeiros e boiadas. A cidade foi o nascedouro do projeto do disco e local onde a maior parte dele foi realizada.
   
    SERVIÇO
    Show Matita Perê no Reino dos Encourados
    10ª Feira do Livro
    Praça João Barbosa de Carvalho (Praça do Fórum)
    Domingo, dia 1º de outubro, às 14 horas
    Entrada franca



AUTORIA: Release de divulgação do evento



MUSEU PARQUE DO SABER ATRAI VISITANTES PARA FEIRA DE SANTANA

Cerca de 340 mil pessoas visitaram o Museu em oito anos de existência

Publicado em: 22/09/2017 - 08:09:00

    Dentre os pontos turísticos de Feira de Santana, o Parque do Saber é um dos espaços de difusão de conhecimento e cultura, responsável por atrair milhares de pessoas para o município durante o ano. O Colégio São José da Ação Fraternal, de Itabuna, por exemplo, há seis anos, visita o Museu para proporcionar aos alunos uma experiência de conhecimento para além dos muros da escola.
    “Feira de Santana tem uma multidiversidade cultural e apresenta alguns elementos que, no interior da bahia, só é possível ver aqui. E até mais: o Parque do Saber, por exemplo, é um espaço que é o único do nordeste. Essa é a sexta vez que trazemos turmas para conhecer o Museu e os aspectos desta cidade. Passaremos dois dias e meio aqui com os alunos”, disse o professor de Geografia, Mestre em meio ambiente, Emanuel Ferreira.
 para alguns alunos, além de enxergar na prática, assuntos trabalhados em sala de aula, a visita ao Parque do Saber proporciona uma aproximação com Feira de Santana. Eloá Francine, 15, visitou o município pela primeira vez. “São oportunidades únicas que a escola está nos oferecendo.É muito legal ver que aqui na Bahia tem tecnologias que eu nunca imaginei. O planetário é maravilhoso. Eu estou encantada”, revelou.
    “Desde a inauguração do Parque do Saber, mais de 300 mil pessoas já estiveram aqui. Nosso Planetário foi o primeiro da América Latina a ser construído e um dos maiores do Brasil. Aqui é possível visualizar, com clareza, como são definidas as estações do ano, como são os astros, as galáxias, e uma série de outros assuntos ligados ao universo. É uma grande maquete eletrônica do céu com um extraordinário poder de difusão de conhecimento. E este é o nosso maior objetivo: surpreender os visitantes”, disse o Diretor de Difusão Científica da Fundação Egberto Costa e Diretor do Museu, Basílio Fernandez.
    O Museu Parque do Saber funciona diariamente das 8h às 12h e das 14h às 18h, recebendo visita de instituições, mediante agendamento gratuito através do telefone 75 2101-8602. E aos domingos o Museu abre às 16h, quando realiza sessões públicas.

AUTORIA: ASCOM FUNTITEC



FTC DISCUTE PREVENÇÃO E ESTRATÉGIAS DE ENFRENTAMENTO AO SUICÍDIO


Publicado em: 19/09/2017 - 10:09:35

    Ouvir. Uma ação simples pode ser a chave para prevenir o suicídio, um gesto de desespero que, ao contrário do que a maioria das pessoas pensa, normalmente é precedido por muitos pedidos de socorro. O assunto foi tema de uma mesa redonda na FTC Feira de Santana, quarta-feira passada (13), promovida por estudantes do 6º semestre do curso de Enfermagem, com apoio do colegiado. O evento fez parte das ações alusivas ao Setembro Amarelo.
    Profissionais da área de saúde se revezaram para falar sobre as estratégias de enfrentamento ao suicídio. A enfermeira Maiza Sandra Macedo, docente da Instituição e que atua SAMU, explicou as ações desenvolvidas pelo órgão, enquanto a psicóloga Paula Rúbia Oliveira, que também é professora da Faculdade, explanou sobre as estratégias adotadas na UTI. A enfermeira Mariana Lopes Rios e a psicóloga Lívia Caroline Leite, falaram sore as ações realizadas no CAPS III e no NASF.
    “Suicídio ainda é tabu”, afirmou a psicóloga e professora do curso de Psicologia da FTC Roberta Lima Machado, que deu início às discussões apresentando os conceitos e fatores associados à problematização do suicídio na contemporaneidade. Ela defendeu a necessidade de se rever a questão, sem julgamentos e com um olhar apurado para identificar eventuais pedidos de socorro. Para Roberta, o suicídio é “um ato de desespero”.
    Carmem Liêta dos Santos, responsável pela coordenação do evento – que faz parte da disciplina Enfermagem em Saúde Mental – juntamente com Monalisa Oliveira e Silva, explicou que o objetivo foi exatamente desenvolver as competências para o cuidado na prevenção e reabilitação. “Não podemos suprimir essas discussões, pois são fundamentais para as estratégias de enfrentamento e o aconselhamento profissional”, observou. A professora lembrou que há ainda situações jurídicas acerca da situação. “Na declaração e óbito não é registrado o suicídio, mas sim crime externo”, informou.
    “Precisamos, acima de tudo, ouvir as pessoas”, conclamou a professora Hayana Leal Barbosa, coordenadora do Colegiado de Enfermagem, ao saudar os presentes. Ela destacou o comprometimento dos estudantes e professores em debater o tema e, sobretudo, o constante cuidado com o indivíduo. Para a aluna Mirtô Gondim, a questão do suicídio é deprimente, porque nem sempre as pessoas conseguem desabafar. “Precisamos enxergá-las e ouvi-las”, alertou.
    Ao abrir oficialmente o evento, a professora Marcly Amorim Pizzani, diretora adjunta da FTC, citou dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), que indicam a ocorrência de 800 mil homicídios por ano, o que representa uma morte dessa forma a cada 40 segundos. Ela parabenizou os organizadores e destacou a importância de discutir o assunto, lembrando que o suicídio envolve diretamente seis pessoas próximas à vítima.


AUTORIA: Release de Madalena de Jesus



LEIA MULHERES 23.09.2017


Publicado em: 14/09/2017 - 09:09:54

    O leia mulheres é um projeto que tem como objetivo disseminar e incentivar a leitura de escritoras. Inspirado no projeto homônimo criado pela escritora Joanna Walsh, o #readwomen2014 (#leiamulheres2014) que consistia basicamente em ler mais autoras, clubes de leitura se formaram em São Paulo e no Rio de Janeiro e ao longo do tempo têm surgido em outras cidades do país.
    Abertos a participação de todos, os clubes contam com reuniões regulares para a leitura e discussão de obras literárias escritas por mulheres.
    O clube terá seu quarto encontro na cidade de Feira de Santana com uma roda de discussão sobre a Antologia Poética da Florbela Espanca.
    Mediadoras: Larissa Rodrigues e Mariana Paim.

AUTORIA: Museu de Arte Contemporânea



USO DE TECNOLOGIA NO CULTIVO DA PALMA É TEMA DE SEMINÁRIO EM EXPOSIÇÃO AGROPECUÁRIA

​Encontro com o engenheiro agrônomo Paulo Suassuna e as oficinas do dia reuniram cerca de 600 pessoas de 10 municípios

Publicado em: 08/09/2017 - 14:09:52

    O cultivo intensivo da palma forrageira nas pequenas propriedades rurais foi o tema que norteou a programação no Espaço Sebrae, montado na 42ª Exposição Agropecuária de Feira de Santana (Expofeira), na quarta-feira, 6. O engenheiro agrônomo Paulo Suassuna, referência no país no assunto, apresentou seminário pela manhã para cerca de 500 pessoas.​​
    Produtores, estudantes de Agronomia e público em geral de municípios como Ruy Barbosa, Macajuba, Tucano, Araci, Ouriçangas, Irará, Conceição do Jacuípe e Coração de Maria participaram do encontro. À tarde, uma aula prática demonstrou como beneficiar no plantio da palma para alimentação de animais de diferentes portes.
    Criador de gado leiteiro, galinhas, caprinos e suínos em Ouriçangas, Adailton Pereira se animou com a possibilidade de ter ganhos em sua propriedade. “Eu já conhecia um pouco sobre esse alimento, mas não como ele abordou aqui, sobretudo pela qualidade do produto, que tem alto teor energético e diversidade, já que pode ser alimentação para várias criações”, afirma Adailton. O produtor ressaltou ainda o papel da palma em questão como substituta do milho, já que esse último tem esses preços elevados em períodos de seca na região do Semiárido.
    “Ele nos despertou para o caminho certo, necessitamos da palma para atender a necessidade dos animais na região”, acrescentou Roberto Araújo, criador de animais de pequeno porte em Ruy Barbosa, e que viajou mais de 200 km para participar da capacitação.
    Sílvio Lima tem uma propriedade rural no distrito de Jaguara, em Feira de Santana, e planta a palma há duas décadas. Ele, que assistiu à apresentação de Paulo Suassuna pela segunda vez, conta que substituiu todo o plantio que fazia após participar da mesma atividade no município de Serrinha. “Eu plantava ´pé de palma`, ou seja, um pé aqui, outro lá na frente, e usava com o pasto, botava cavalo, ele passava e destruía. Hoje, mudou tudo e cuido muito bem, é bem adensada, bem adubada e a produtividade mudou", destacou o empreendedor, que alterou o espaçamento e conquistou mais raquetes por hectare com o novo modelo.
    Com mais de 900 famílias capacitadas e 7 milhões de mudas de palma plantadas em micro propriedades rurais da região semiárida brasileira, Paulo defende o sistema ensinado, que gera produtividade anual superior a 500 toneladas por hectare. “A palma vai contribuir de forma bem expressiva na sua oferta de forragem. Ao aceitar a Tecnologia do Cultivo Intensivo da Palma (TCIP), sua propriedade produz mais em menos tempo”, disse.
    Adensamento, ponto de colheita, melhor forma de plantar, como adubar o solo, posição das raquetes (sementes) no terreno, e todo o histórico da planta, cactácea originária do México e que se adaptou bem ao Brasil, foram assuntos abordados pelo especialista, que também apresentou resultados positivos obtidos em outras regiões usando seu método de produção.
    Para o técnico do Sebrae, Eberval Santos, a capacitação contribui para o agricultor aproveitar todo o potencial da sua propriedade. “Estamos trazendo inovação para o campo através da melhor e mais barata forma de reserva de alimentos para suplementação animal na nossa região. Paulo apresenta o tema de forma hipnotizante, fortalecendo essa ideia com técnicas comprovadas para a convivência com o semiárido”, pontuou.
    Gastronomia no Espaço Sebrae
    O dia 6 também contou com capacitações voltadas para a gastronomia. O Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) apresentou aos participantes oficinas de preparos de pratos doces e salgados, além de bebidas à base de cachaça, utilizando ingredientes da região. Receitas como a de t-bone de cabrito ao molho de rapadura, caipirinha de abacaxi e arroz com recheio de palma foram destaques.
    Ao todo, cerca de 600 pessoas foram atendidas no Espaço Sebrae durante todo o dia. No local, a instituição oferece palestras, oportunidades de negócio e oficinas gratuitas voltadas para o homem do campo até sábado, 9. As inscrições podem ser feitas na Loja Virtual do Sebrae Bahia. O Espaço Sebrae é resultado da parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e a Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS).
   
    Confira a programação:
    08/09
    Palestra “Compras Públicas PNAE/PAA”
    Sexta da Oportunidade no Campo “Oportunidades Negócio e Inovação”
    Cozinha Show “Culinária de Derivados da Mandioca”
    09/09
    Palestra “Forragem e alimentação de caprinos e ovinos”
    Palestra “Cadastro Ambiental Rural CEFIR”
    Cozinha Show “Fabricação de Queijo Frescal e Ricota”




AUTORIA: Vívian Rodrigues



SEBRAE OFERECE CAPACITAÇÕES GRATUITAS ATÉ DIA 9, NA EXPOFEIRA

Além das palestras voltadas ao agronegócio, o estande Sebrae na 42ª edição da feira agropecuária irá contar com uma cozinha show e mega palestra sobre palma forrageira

Publicado em: 04/09/2017 - 14:09:58

    Os produtores rurais e empreendedores que passarem pela 42ª Exposição Agropecuária de Feira de Santana (Expofeira), realizada no Parque de Exposições João Martins da Silva até domingo, 10 de setembro, terão à disposição um espaço para aprendizado e oportunidades de negócios. O estande Sebrae, montado pela instituição, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e a Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), oferece programação gratuita de palestras e cursos com temas voltados para a agricultura familiar.
    A programação do Espaço Sebrae é aberta ao público. As inscrições podem ser feitas na Loja Virtual do Sebrae e também no local. Mais informações podem ser obtidas na sede do Sebrae, na Rua Barão do Rio Branco, 1225, Centro, no Espaço Sebrae na Expofeira, e pelo telefone (75) 3221-2153.
    Entre as atividades do espaço Sebrae, destaque para a montagem da cozinha show do Senar, na qual profissionais demonstram a alimentação alternativa, cortes especiais de caprinos, culinária com derivados da mandioca, dentre outros. Já um curso do Senac irá mostrar a preparação de bebidas à base de cachaça. Ambas atividades ocorrem pela tarde.
    "Completamos oito anos participando da Expofeira e seguimos enriquecendo o espaço a cada ano, com as associações e cooperativas expondo produtos e fazendo negócios e os auditórios, nos quais oferecemos palestras e cursos pertinentes à agricultura familiar", detalha o técnico do Sebrae, Eberval Santos. Ele destaca ainda a atividade de apresentação e prática sobre o cultivo intensivo da palma, que será realizada pelo especialista Paulo Suassuna, no dia 6.
    São aguardados mais de 600 produtores de Feira de Santana e região, que participam da exposição por meio de caravanas de municípios como Conceição da Feira, Coração de Maria, Conceição do Jacuípe, Irará, Ouriçangas, Euclides da Cunha, Araci, São Domingos, Itaberaba, Macajuba e Ruy Barbosa, em missões técnicas ao evento. “Há muitos municípios trazendo suas caravanas e revelando grande interesse para mostrar ao produtor rural várias alternativas de como ele pode agregar valor ao seu produto e ter uma melhor renda e qualidade de vida”, completa Eberval.
    Abertura
    Uma sol    enidade marcou a abertura da Expofeira e também celebrou os 50 anos do Parque, nesse domingo, 3. À noite, uma comitiva formada pelo prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo, secretários municipais e outras autoridades políticas, visitou o Espaço. “A exposição é um grande evento da agropecuária da Bahia e, para nós, é um prazer ter o Sebrae, essa instituição que tanto contribui para o país e também para nossa cidade, num espaço tão bonito e com os cursos que aqui serão realizados”, afirmou José Ronaldo.
    “Na Expofeira, além dos negócios, também devemos fomentar o conhecimento e sempre contamos com isso através da parceria com o Sebrae. Os pecuaristas, produtores e expositores sempre procuram este espaço para obter conhecimento para melhorar sua tecnologia no campo e reduzir custos e, com isso, quem ganha é a comunidade, que recebe um produto de qualidade“, acrescentou o secretário municipal de Agricultura e Recursos Hídricos, Joedilson Machado, ao informar que a Expofeira deverá movimentar mais de R$ 6 milhões e receber um público superior a 300 mil pessoas.
    Além do atendimento empresarial realizado pelo Sebrae, que também estará disponível no espaço, haverá atendimento da UEFS sobre cadastro ambiental rural e temas direcionados à agricultura. Artefatos de couro, derivados do abacaxi, do mel, da mandioca e outros produtos da agricultura familiar serão expostos e comercializados pelas seguintes associações e cooperativas do interior do Estado: Associação de Desenvolvimento Sustentável Solidário da Região Sisaleira (Apaeb); Cooperativa de Artefatos de Couro da Comunidade de Tracupá (Coopact Couro); Cooperativa dos Produtores de Abacaxi de Itaberaba (Coopaita); Central de Cooperativas dos Apicultores da Bahia (Cecoapi); Cooperativa da Agricultura Familiar de Conceição do Coité (Coopafam) e Armazém da Agricultura Familiar e Economia Solidária (Arco Sertão).​

AUTORIA: Release de Vívian Rodrigues



Mais Notícias

    De modo a contribuir com o importante trabalho realizado pela Associaç&...

    No próximo dia 14/07 às 19:30, acontece no Museu de Arte Contemp...

    O poeta Zecalu lança na sexta-feira (7), o livro MEIO POEMA BASTA!. O e...

    Com o título “A feira de Feira de Santana: transformaç&oti...

    Visando repetir o sucesso dos anos anteriores, estaremos proporcionando aos fe...

    O Projeto Leia Mulheres abre sua temporada em Feira de Santana no Museu de Art...

    Feira de Santana sedia no próximo final de semana mais uma ediç&...

    Uma das mais conceituadas atrizes do teatro em Feira de Santana, entre as d&ea...


Página de 21
| | | | |

 

Apoio Cultural:


New Page 1

 

© 2009-2016 Viva Feira - Todos os direitos reservados